segunda-feira, 2 de maio de 2016

PERIGOS VIRTUAIS E FIDELIDADE NO CASAMENTO





Por Renata Veras

Todas nós temos um compromisso de fidelidade matrimonial firmado com nossos cônjuges, com Deus e até conosco mesmo. Não sonhamos, almejamos, planejamos, muito menos buscamos situações em que a nossa fidelidade e o nosso compromisso conjugal sejam colocados à prova (assim espero). Mas a verdade é que, durante a nossa vida de casada, situações como essas poderão nos procurar e bater à nossa porta. Uma coisa é fato e serve de alerta para todas nós: algumas das maiores intromissões de terceiros em casamentos se dão através da internet. 

Digo por experiência própria: não foram uma ou duas vezes que minha fidelidade e meu caráter foram provados através da internet nos primeiros anos de casada (agora que estou perto de completar 13 anos). As primeiras vezes em que isso me aconteceu confesso que não soube reagir muito bem cortando o papo logo de cara. Em todas as vezes a graça de Deus me protegeu, ou nem estaria aqui pra contar a história.

A inexperiência e as dificuldades inerentes ao casamento podem nos deixar vulneráveis e nos fazer ter uma postura inadequada e perigosa. A carência por causa de um marido muito ocupado ou mesmo a monotonia do casamento podem nos fazer abrir a guarda um pouco demais, dar muita trela e abrir brechas que não devem ser abertas. 

Pois bem, segundo a minha curta experiência, a conversa sempre segue um desenvolvimento pré-determinado antes da fundação do pecado. Primeiro o carinha fala que você continua linda (você já põe um sorriso numa metade do rosto... afinal, faz tempo que você não escuta um elogio vindo do sexo oposto – a não ser do seu pai e olhe lá!). Depois a criatura fala que nunca te esqueceu (neste ponto o sorriso já está de orelha a orelha... afinal, seu marido acabou de te esquecer no centro da cidade, saiu em disparada na sua frente e quando se lembrou já estava a 500 km de distância de você – ele na Praça do Ferreira e você ainda na Praça da Estação). Depois ele pede pra te ver. E depois... aí nem precisa ser muito esperta pra saber, né? A estratégia é sempre a mesma. É sempre assim. Parece que o inimigo não tem lá muita criatividade... e nem precisa, porque essa mesma formulazinha batida já foi e ainda é o suficiente para fazer muitos casais caírem.

De toda forma, aqui vão alguns conselhos valiosos, que podem ajudar bastante nas primeiras tentativas de ‘aproximação indevida’, evitando algumas dores de cabeça. Essas dicas estão embasadas em Provérbios capítulo 14, aquele mesmo que fala da Mulher Sábia que edifica a sua casa.


1. FUJA! Fuja de qualquer conversa mole, por mais que ela faça ‘cosquinha’ no seu ouvido e você a goste de ouvir. Por mais que você pense que é forte o suficiente. Por mais que você queira usar o clichê ‘ele é só um amigo’. Fugir - essa foi a estratégia de José... estratégia histórica, que ainda hoje é a melhor solução. A mulher sábia se DESVIA do mal, mas a tola vai em frente e quebra a cara (paráfrase minha mesmo).

Provérbios 14:12 – “Há caminho que parece certo ao homem, mas no final conduz à morte.”


2. Muito cuidado com a net, principalmente chats. Geralmente são nossos pontos vulneráveis. Através da tela do computador acabamos dando mais cabimento, falando mais, enfim, nos tornamos mais vulneráveis. Cuidado! Perigo à vista? Block nele!

Provérbios 14:15-16 – “O inexperiente acredita em qualquer coisa, mas o homem prudente vê bem onde pisa.”


3. Seja transparente! Compartilhe suas senhas de e-mail, facebook, celular... só por precaução. Aqui em casa é como se não existisse senha. Você pode tentar falar comigo no bate-papo e acabar falando com meu marido. Se alguém me mandar um e-mail romântico com cantadas ou algo do tipo também vai emocionar e tocar o coração do meu marido, que com certeza vai ver.

Provérbios 14:16 – “O sábio é cauteloso e evita o mal, mas o tolo é impetuoso e irresponsável.”


4. Seja ainda mais transparente! Um ‘abestado’ resolveu cantar você mesmo sabendo que você é casada? Mostra logo pro seu marido. Um amor do passado resolveu ressurgir das trevas e quer conversar com você? Não pense muito e conte logo pro seu marido.

Provérbios 14:1 – “A mulher sábia edifica a sua casa, mas com as próprias mãos a insensata derruba a sua.”


5. E o mais importante de TUDO, que foi o que me SALVOU quando não tive maturidade o suficiente para fazer logo todas essas coisas que citei acima: TEMA a Deus e esteja sempre aos pés Dele. O Senhor cuida dos seus, nos acode e nos livra de cair e de sermos envergonhados.

Provérbios 14:27 – “O temor do Senhor é fonte de vida, e afasta das armadilhas da morte.”


A Palavra de Deus nos diz que quem “comete adultério não tem juízo; todo aquele que assim procede a si mesmo se destrói” (Provérbios 6:32). Como mulheres que querem edificar suas casas, devemos buscar a sabedoria dos conselhos divinos para todas as áreas de nossa vida. A Palavra de Deus é viva e atual, apta para nos ajudar a viver a vida ‘de hoje’ com sabedoria e discernimento, temendo a Deus e nos desviando do mal inclusive na internet.

***

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...