sexta-feira, 26 de maio de 2017

A ditadura da Coreia do Norte tem muito medo do Evangelho, diz missionário

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.
Kim Chung-seong é missionário e afirmou que as autoridades da Coreia do Norte têm medo da ação que a Igreja pode ter no país, porque o Evangelho traz a verdade que liberta.
Kim Chung-seong, um ‘desertor’ norte-coreano que agora trabalha como missionário, diz que apesar da Coreia do Norte ser considerada com maior nível de perseguição religiosa em nível mundial (segundo a lista anual da Missão Portas Abertas), a Igreja continua crescendo por lá.
“A coisa da qual o regime norte-coreano tem mais medo é a pregação do Evangelho”, disse ele na sexta-feira, durante a primeira Cúpula Mundial em Defesa dos Cristãos Perseguidos em Washington (EUA). “O Evangelho nos diz a verdade. Quando a luz brilha no quarto escuro, aquele quarto passa a ser iluminado”.
O missionário explicou que apesar dos esforços do governo na Coreia do Norte, a fé dos cristãos naquele país continua a crescer e se fortalecer.
“Eles (o governo) farão qualquer coisa para impedir a propagação do Evangelho na Coreia do Norte. [Mas] como você pode ver, não é possível bloquear a luz do sol com a nossa mão”, disse Kim.
A Missão Portas Abertas, uma organização que atende aos cristãos perseguidos em mais de 60 países, classificou a Coréia do Norte como “o lugar mais opressivo do mundo para os cristãos”, em sua lista mais recente, divulgada no início de 2017.
“Os cristãos são forçados a esconder completamente sua fé das autoridades governamentais, dos vizinhos e, muitas vezes, até mesmo de seus próprios cônjuges e filhos. Devido à vigilância sempre presente, muitos oram com os olhos abertos e as reuniões para cultos e a prática da comunhão são praticamente impossíveis”, explicou a organização.
“Todas as famílias cristãs são aprisionadas em campos de trabalho forçado, onde morrem números desconhecidos a cada ano. Além de serem presos, muitos também são torturados ou mortos nestes locais. Os que tentam fugir para a Coreia do Sul através da China também correm o risco de serem executados ou encarcerados, e aqueles que ficam para trás não costumam ficar em melhor situação”, acrescenta a organização.
De acordo com o jornal ‘The Sun’, Kim, de 41 anos, já foi cantor na antiga banda oficial do ditador norte-coreano Kim Jong-il, mas se viu obrigado a fugir para salvar a própria vida, usando apenas um par de calças, quando foi condenado aos 20 anos pelo regime totalitarista.
Ele chegou a ser recrutado como espião para os chineses, mas depois se converteu ao cristianismo e tornou-se pastor e radialista na Coreia do Sul, onde vive desde 2004.
Kim pediu aos cristãos de todo o mundo que orem pelos pela liberdade religiosa na Coreia do Norte.
“Peço que todas as comunidades cristãs internacionais orem para que os cristãos norte-coreanos realmente se envolvam e ajudem a difundir o Evangelho, não só através das obras das igrejas clandestinas, mas também através do governo e clamem pela liberdade religiosa”, disse Kim aos repórteres através de um tradutor, de acordo com um relatório da CNA.
O desertor explicou que o governo norte-coreano usa uma rede de “fachadas” – a Associação Cristã da Coreia – para identificar os cristãos no país, ao mesmo tempo retratando uma falsa narrativa sobre a liberdade religiosa no país.
Dos mais de 24,4 milhões de habitantes da Coréia do Norte, apenas 300 mil se identificam como cristãos, segundo a Coreia do Norte.
Através de seu trabalho com a Companhia de Radiodifusão do Extremo Oriente, Kim ajuda a a divulgar a mensagem do Evangelho, músicas cristãs e notícias de todo o mundo para os norte-coreanos, através de pen-drives USB e cartões de memória SD, de acordo com a CNA.
“No entanto, o trabalho mais importante é encher as mentes das pessoas da Coreia do Norte com a mensagem de Jesus Cristo, porque a verdade os libertará”, disse Kim à audiência na sexta-feira. “Esta é a minha oração sincera… que a verdade vai libertar cada um dos meus irmãos e irmãs da Coreia do Norte”.

Com informações Guiame
Imagem: reprodução
Via CCN

Caio Fábio preso pela Polícia Federal


O polêmico pastor Caio Fabio, fundador do Caminho da Graça, teria sido preso ontem, quarta-feira (24) pela Polícia Federal por falsificação de documentos.
Segundo informações do JM Notícias e do Portal Gospel Prime, Caio Fabio, fundador do Caminho da Graça teria sido preso ontem, quarta-feira (24) pela Polícia Federal.

O portal divulgou um suposto áudio de Caio Fábio, no qual ele diz que estaria sendo conduzido para a superintendência da Polícia Federal e depois para a Papauda.
A prisão teria sido efetuada por conta do Dossiê Cayman, de 1998, processo que segundo Caio, já havia sido vencido há muito tempo e considerado como findo.
“Aquela ação lá de [19]98 do dossiê Cayman, teve vigência hoje e eu estou sendo conduzido para a superintendência da [Polícia] Federal e depois para a Papauda, num regime semiaberto. Não teve ainda nenhuma ação do meu advogado e eu mesmo estava absolutamente certo que esse era um processo vencido há muito tempo e acabado. Então, com toda tranquilidade, gostaria só que vocês informassem o pessoal da igreja…. o que aconteceu”, diz o material que reproduzimos à seguir:
Entenda o caso
O dossiê Cayman, como ficou conhecido, foi revelado em 1998, nas vésperas da eleição presidencial. Ele continha dados sobre uma empresa e de contas que supostamente eram controladas por Fernando Henrique Cardoso, candidato à reeleição.
O conjunto de papéis também mostrava depósitos de US$ 368 milhões nessas contas, dinheiro arrecado por meio de propina recebida pela privatização de empresas do setor de telecomunicações.
Entre as pessoas que integram o inquérito estavam os adversários políticos de FHC: Luiz Inácio Lula da Silva, José Dirceu, Paulo Maluf, Ciro Gomes, Marta Suplicy, Marcio Thomaz Bastos, Leonel Brizola e Benedita da Silva.
Em seu depoimento ao caso, Lula afirmou ter tido um encontro com o pastor Caio Fábio e outro com o ex-ministro Luiz Gushiken. Ao perceber que os documentos eram falsos o PT não continuou as negociações sobre o dossiê.
Em 2011, a Folha de São Paulo divulgou que o pastor fora condenado pela juíza Léa Maria Barreiros Duarte a quatro anos de prisão por ser considerado o autor dos documentos, mas ele não foi preso.
“Essa sentença que saiu da parte desta juíza não tem nenhum fundamento na realidade do processo. A começar do fato de que esta ação foi movida contra mim em 1998 pelo então presidente Fernando Henrique Cardoso. Por volta de 2005/2006 ele determinou que o secretário da presidência da república fosse depor representando-o e me isentou de tudo”, contou.
“Meu coração está absolutamente em paz. Eu não irei a cadeia nenhuma”, garantia.
Caio Fábio disse na ocasião que mesmo se fosse preso receberia uma coroa de glória, pois a juíza agiu contrariando os depoimentos que o isentam da culpa. “No fim tudo isso vai contribuir para o meu bem porque eu amo a Deus”.
Com informações do Gospel Prime e JM Notícias.
Imagem: Youtube
Via CCN

quinta-feira, 25 de maio de 2017

`Se adorar a Jesus é crime, então vou cometer todos os dias´, diz cristão da Índia


Autoridades estão multando cristãos após descobrirem que eles estão indo à igreja e forçando-os a participarem de rituais de `reconversão´ao hinduísmo
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.
Autoridades em Chhattisgarh, na Índia, estão forçando os cristãos a voltar se submeterem a cerimônias de conversão ao hinduísmo, impondo-lhes multas e submetendo-os à humilhação pública.
Na vila de Junwani, por exemplo, os cultos cristãos realizados na última semana da Páscoa foram considerados “ilegais” pelas autoridades e as pessoas que foram a estes cultos foram multadas em cerca de 312 dólares, o equivalente a quatro ou cinco meses de salário de muitos cidadãos da região, de acordo com a organização International Christian Concern.
Como se não bastasse a repressão religiosa neste nível alarmante, um pastor local alertou que a situação ainda pode piorar.
“Esses cristãos de Junwani vão enfrentar uma situação ainda mais perigosa por terem escolhido seguir a Jesus”, disse ele à organização cristã. “A polícia mal dá ouvidos ao clamor deles”.
Alguns cristãos desafiaram abertamente as autoridades e contestaram as multas que lhes foram impostas. Um deles é Kanesh Singh, um homem de 55 anos que se dirigiu aos anciãos da aldeia sobre as multas.
“Que crime eu cometi para ter que pagar esta multa?”, disse Singh. “Eu não roubei nada, não abusei de nenhuma mulher, não briguei, não matei ninguém”.
“Se vocês acham que ir à igreja e adorar a Jesus é um crime, vou cometer esse crime todos os dias”, disse ele aos anciãos da aldeia, que haviam denunciado os cristãos às autoridades, para que as multas fossem aplicadas.
Outro cristão, Somari Komra, de 40 anos, também desafiou as autoridades que o interrogaram. Komra disse que tempos atrás ele estava sofrendo de “doença física e transtorno mental”, mas ninguém da comunidade ou entre as autoridades veio em seu auxílio.
No entanto, Jesus o curou quando começou a ir à igreja. Ele disse que não pararia de participar dos cultos de adoração e pagaria as multas que fossem necessárias, enfrentando as consequências de ser um cristão naquele local. Komra afirmou que se as autoridades quisessem evitar que ele fosse à igreja, deveriam ter assumido a responsabilidade de cuidar da saúde dele, antes que ele conhecesse a Jesus.
Devido à atitude de Komra, as autoridades pressionaram 15 famílias a abandonar o cristianismo e retornar ao hinduísmo.
A fé em segredo
Enquanto alguns crentes são ousados ??em declarar abertamente sua fé em Cristo, há outros que se sentem mais vulneráveis ??e, portanto, optam por praticar sua fé em segredo. Um deles é Shivaram Tekam, que foi forçado a dar “um par de galinhas, uma garrafa de vinho e 551 rupias [moeda local]” por ter ido a um culto cristão.
“Eu tive que fazer isso porque eu tinha ido à igreja no domingo de Páscoa”, disse Tekam.
Os anciãos da aldeia deram o “pagamento” de Shivaram como um oferenda ao deus deles e consideraram aquele ritual como “um sinal” de que ele estava retornando.
Com informações do Guiame e CPAD News
Imagem: Asia News

segunda-feira, 22 de maio de 2017

Ator de “Batman” diz que Jesus o curou de câncer

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.
Val Kilmer contou que sofria de câncer na boca, e atribuiu a cura a Jesus através de sua orações
Se você já viu o filme do super herói Batman dos anos 90, sem dúvida conhecer Val Kilmer, que protagonizou “Batman Forever” em 1995, juntamente com Jim Carrey que interpretou o vilão “Coringa”.
O que talvez você não saiba é que Val Kilmer é um cientista cristão e recentemente passou por um dos maiores desafios de sua vida: um câncer na boca.
Na última quarta-feira (17), o ator, de 57 anos, mencionou ao “Perguntas e respostas” que deseja que todos saibam que sua cura e superação ao câncer, veio de sua fé em Jesus Cristo.
“Estou agradecido por todas as orações e de todo o mundo. As pessoas que sabem que sou cientista, fazem suposições de que eu, de alguma maneira não saboto a oração, mas muitas pessoas foram curadas pelo poder da oração. Ao longo da história, muitos morreram por apenas confiar na medicina moderna”, disse Kilmer.
Ele citou Mary Baker Eddy, a mulher que fundou o “Christian Science”( movimento religioso que iniciou-se em 1866, em Boston, Massachusetts). De acordo com ela, a fé aprecia a Deus como “grande amor infinito, bom e que por meio da oração pode curar, resgatar e restaurar qualquer pessoa”.
Mary era estudante da bíblia que se converteu depois de ter sofrido uma grave lesão em 1866. “Ao ler os relatos de curas e poderosas de Jesus, um novo sentimento sobre Deus inundou meu pensamento, impulsada a entender o princípio das experiências, e ela continuou buscando e encontrando na Bíblia, leis de Deus que constituem hoje a base de seus ensinamentos e prática na Christian Science”, acrescentou Kilmer ao site oficial.
O câncer bucal de kilmer foi divulgado por primeira vez em 31 de outubro de 2016, pelo ator Michael Douglas em uma entrevista sobre o filme “The Ghost and the Darkness”. Kilmer lutava contra o câncer em segredo desde 2015, até que Michael Douglas revelou que “Kilmer se recuperava da enfermidade e passava bem”.
De acordo com WebMD, los homens são 2 vezes mais propensos a desenvolver o câncer bucal que as mulheres. Os fatores de risco para esta enfermidade são, o tabagismo, álcool em excesso, histórico familiar e exposição excessiva ao sol. Estima-se que 40 mil pessoas foram diagnosticadas com câncer bucal em 2014.

Com informações Noticias Cristianas
Imagem: reprodução
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

O papel do filho na família da aliança

image from google


Sempre quando tratamos sobre o papel da família, geralmente, focamos nossos olhares para o pai e a mãe, para a função do esposo e da esposa, mas nunca olhamos diretamente para a função dos filhos. 

Quando se trata de filhos e família sempre analisamos algumas passagens, como Romanos 1.28-32 e 2Timoteo 3.1-5, as quais nos falam que uma das características de uma sociedade perversa e longe de Deus é o fato dos filhos serem desobedientes aos pais.

E, por haverem desprezado o conhecimento de Deus, o próprio Deus os entregou a uma disposição mental reprovável, para praticarem coisas inconvenientes, cheios de toda injustiça, malícia, avareza e maldade; possuídos de inveja, homicídio, contenda, dolo e malignidade; sendo difamadores, caluniadores, aborrecidos de Deus, insolentes, soberbos, presunçosos, inventores de males,desobedientes aos pais, insensatos, pérfidos, sem afeição natural e sem misericórdia. Ora, conhecendo eles a sentença de Deus, de que são passíveis de morte os que tais coisas praticam, não somente as fazem, mas também aprovam os que assim procedem. Rm 1.28-32 (Negrito acrescentado). 

E, também, como mostra Paulo ao jovem pastor Timóteo:


Sabe, porém, isto: nos últimos dias, sobrevirão tempos difíceis, pois os homens serão egoístas, avarentos, jactanciosos, arrogantes, blasfemadores, desobedientes aos pais, ingratos, irreverentes, desafeiçoados, implacáveis, caluniadores, sem domínio de si, cruéis, inimigos do bem, traidores, atrevidos, enfatuados, mais amigos dos prazeres que amigos de Deus, tendo forma de piedade, negando-lhe, entretanto, o poder. Foge também destes. (2Tm 3.1-5. Negrito  acrescentado). 

Em 2015, no aeroporto de Brasília, um voo atrasou cerca de 45 minutos porque uma criança se recusou a colocar o cinto de segurança. Uma criança, que não é dona do seu próprio nariz, fazer com que centenas de pessoas fiquem “reféns” por causa de uma birra é dar o poder à criança que não lhe pertence.


Há meios que contribuem para que ocorram esses desvios. Por exemplo, alguns métodos de ensino entendem que as crianças são uma tabula rasa as quais não precisam de professores, mas de educadores.

Outro meio que atrapalha na relação de pais e filhos é a intervenção do Estado. Devemos entender uma coisa, quando o Estado decidiu intervir na criação dos pais e filhos, a priori, o Estado estava tentando prevenir que as nossas crianças não sofram com espancamentos. No entanto, a sua intervenção foi além dos limites criando a “lei da palmada”, contrariando assim diversas passagens que falam da correção aplicada aos filhos (Pv. 13.24; 22.15; 23.13, 14; 29.15).

E, por fim, outra maneira que atrapalha o desenvolvimento das crianças é a adultização delas com algumas responsabilidades impostas, nas quais não pertencem a elas. E isso nós podemos ver em alguns filmes infantis. Por exemplo, Caçadores de Trolls. Um seriado fala sobre um garoto (Jim, de 15 anos) que é criado por uma mãe médica solteira que recebe uma convocação para se tornar um guerreiro, um caçador de Trolls. No entanto, mesmo que o filme foque no desenvolvimento heroico do garoto, há cenas claras de uma mãe que trabalha 24 horas por dia, mas quem cuida da casa é o garoto. 

Há uma enorme diferença entre um adolescente ajudar seus pais e um adolescente desenvolver responsabilidades de um adulto, as quais podem atrapalhar em sua vida, em um todo. Se nós prestarmos atenção, nesses últimos anos houve um surgimento de filmes em que os principais atores são crianças e eles carregam a responsabilidade de “salvar o mundo”, como os filmes: Como treinar o seu dragão (uma animação infantil que mostra um adolescente contrariando a vontade do pai – um matador de dragão – que vira amigo de um dragão e ensina ao pai como viver com o diferente e como ser um verdadeiro guerreiro); e o Hotel Transilvânia (outra animação infantil que mostra o Conde Drácula pai de uma adolescente que se apaixona por um humano contrariando a vontade do pai, mas no final a filha mostra como o pai pode viver mesmo com o contrário). 

No entanto, o apóstolo Paulo, indo ao contrário daquilo que o mundo diz, mostra que há um caminho mais do que excelente: A Palavra de Deus. 

Em Efésios 6.1-3 podemos ver o texto assim: A quem o filho deve obedecer (v.1); Como o filho deve obedecer (v.2) e; Por que o filho deve obedecer (v.3).

A quem o filho deve obedecer – 6.1

Parece estranho fazer tal afirmativa – de que os filhos devem obedecer seus pais -, mas não é.

Quando olhamos para a Lei de Deus, vemos que ela pode ser dividida em duas tábuas: A primeira relaciona-se com Deus e a segunda se relaciona com o próximo. E o mandamento que abre a segunda tábua é justamente o que Paulo tem em mente: “Honra teu pai e tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra que o SENHOR, teu Deus, te dá.” (Êx 20.12). 

Obedecer significa colocar-se debaixo da voz de alguém, dar ouvidos. Mas esse “dar ouvidos” não é como uma obrigação cega, e sim, com respeito a fim de considerá-los e até, no futuro, sustentá-los. Obedecer no Senhor não se aplica somente se o pais são crentes ou não, significa que Deus está ordenando. Em Colossenses 3.20 podemos ver uma explicação a isso: “é grato diante do Senhor”, ou seja, faz parte de nossa devoção a Deus sermos obedientes aos nossos pais. Basta ver Lv 19.2,3a, o texto mostra que a relação de santidade ao Senhor está, também, relacionada ao fato de os filhos obedecerem seus pais.

Portanto, um filho que diz que serve ao Senhor e não obedece a seus pais, ele, na verdade, não ama a Deus e nunca obedecerá a nenhum superior. E ai nós podemos entender o porquê dos filhos viverem em pé de guerra com seus pais, não é porque os pais são quadrados ou retrógrados, mas porque os filhos não vivem em devoção a Deus, possuem uma comunhão prejudicada com o Senhor. 

Como o filho deve obedecer – 6.2


A forma que a Bíblia coloca de como os pais devem ser obedecidos é através de honra (reverência). Enquanto alguns filhos têm rancor, raiva, não perdoam e desonram seus pais, aquele que serve ao Senhor devem honrar e amar a seus pais.

Devemos entender uma coisa, entre os mandamentos qual a diferença de desobedecer a Deus com desonras e idolatrias e o pecado de desonrar os pais? Nenhuma! Filhos que desobedecem aos pais, não obedecem outras pessoas. Filhos que não honram seus pais, não honram a Deus. A palavra “honra” (Êx. 20.12) é a mesma utilizada em algumas passagens para falar da honra que o povo eleito deve dar a Deus (cf. 1Sm 2.30 [honrar]; Sl 22.23 [reverenciar]; Pv 3.9 [honrar]; Is 24.15 [glorificar]). 

É o primeiro mandamento como promessa, pode-se entender a primeira promessa da segunda tábua dos dez mandamentos. Deus promete abençoar aqueles que honram, respeitam e amam a seus pais.

Por que o filho deve obedecer? – 6.3

A promessa para aqueles que honram seus pais é: “Para que te vá bem, e sejas de longa vida sobre a terra.

Aqui não devemos entender que os filhos que honram e amam seus pais terão vinda longa ou serão bem-sucedidos, mas que a vida em sociedade será bem e longa. Ou seja, uma sociedade bem fundamentada começa com uma família que serve e ama ao Senhor.

Mas podemos entender esse “para que te vá bem, e seja de longa vida sobre terra” de uma outra maneira. Pois, se olharmos para Êx. 20.12 veremos que Paulo não usa o mesmo tom da promessa que Moisés relata: “para que se prolonguem os teus dias na terra que o SENHOR, teu Deus, te dá” (Êx. 20.12). Veja que o texto se refere à terra que o povo estava prestes a possuir, e Paulo não menciona isso. 

Quando olhamos para um dos temas principais de Efésios - que é o tema da “nova criação” (Ef 2.15; 3.9; 4.13, 24) -, podemos entender que a ideia da nova criação esteja por detrás do pensamento do apóstolo, como mostra Frank S. Thielman: 

“Os filhos cuja obediência aos pais tem origem no compromisso com 'o Senhor' (6.1) viverão eternamente, não numa terra em particular, com fronteiras nacionais, como o antigo Israel, mas numa terra sem fronteiras, como Deus pretendia que fosse ao criá-la.

Ou seja, uma das formas que os filhos podem mostrar publicamente que fazem parte da "nova criação" é obedecendo e honrando aos seus pais. 

Conclusão 

A obediência aos pais não faz, somente, parte de nossa devoção a Deus, mas expressa a realidade da nova criação em Cristo Jesus e uma vida cheia do Espírito Santo.

Aplicação 

Devemos obedecer aos nossos pais em tudo, indistintamente? Não! As ordens que eles nos dão que contrariam a vontade de Deus podem ser desobedecidas com amor (cf. Dt 13.6-8).  

Não copie seus amigos. Basta lembrar do relato que 1Reis nos mostra. No capítulo 12.6-11 o autor relata que Roboão estava com uma dúvida de como ele deveria tratar o povo. Ele pediu conselho aos anciãos sobre como poderia proceder, e eles disseram ao jovem rei que deveria ser amigo do povo (vv. 6,7), no entanto, ele rejeita. Não satisfeito, o texto mostra que ele busca conselhos com os jovens da cidade os quais haviam crescido com ele (vv. 8-10) e o conselho deles fizeram com que Roboão fosse pior que seu pai. O final da história todos nós já sabemos: o povo de Israel se rebelou (vv. 16-19). 

Coloque em ordem o relacionamento com seus pais. Passe mais tempo com eles, pois um dia você terá que sair de casa e esse contato diminuirá. Lave louça com a sua mãe, lave o carro com seu pai, ajude-o consertar as coisas em casa, vá ao mercado com eles. Saia um pouco da rede social e socialize com seus pais. 

Você não conseguirá cumprir tudo isso sem a ajuda do Espírito Santo. Se nós olharmos Efésios 5.18 veremos que é dever do crente ser cheio do Espírito Santo e uma das características deste enchimento é o nosso relacionamento com os nossos pais. Portanto, rogamos ao Pai que Ele nos encha com o Seu Santo Espírito, para que possamos ter uma vida que glorifique o Seu nome e que tenhamos um relacionamento com nossos pais que expresse o nosso relacionamento com Deus. 

____________________
Nota:
1 - THIELMAN, Frank, S. Efésios. In: BEALE, G. K., CARSON, D. A. (org). Comentário do uso do Antigo Testamento no Novo Testamento. – São Paulo: Vida Nova, 2014, p. 1028

***
Autor: Denis Monteiro
Fonte: Bereianos

sábado, 20 de maio de 2017

O fim da “Nova República”


Pare, leia e pense!

Delação premiada do grupo JBS atinge 1890 políticos, de vereadores ao presidente da república
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.
Ontem Lauro Jardim, do Globo, revelou que os donos da JBS – empresa que no governo PT se tornou uma das maiores do mundo – gravaram Michel Temer indicando seu ex-assessor para atuar numa operação de compra de silêncio de Eduardo Cunha. Há um grampo no qual Aécio Neves (afastado hoje do Senado pelo STF) pede R$ 2 milhões para arcar com sua defesa. E foi dito que o ex-ministro de Dilma, Guido Mantega, repassava propina a parlamentares petistas e aliados.
O Antagonista apurou que a delação premiada do grupo JBS atinge 1890 políticos, do presidente da República a vereadores. Ontem só se viu uma pequena parte da delação dos donos de um das maiores indústrias de alimentos do mundo. De acordo com Diego Escosteguy, a delação da JBS também cita pagamentos de propina para o Instituto Lula.
Mas que ninguém se engane. Temer e seus aliados (que chegaram ao poder com votos e apoio do PT) são só a outra metade da ORCRIM que capturou o Brasil: cortejaram UNE, MST e CUT; fizeram corpo mole ao não abolir a lei Rouanet e o imposto sindical; colocaram nas presidências da câmara e do senado dois investigados na Lava Jato; mantêm no governo vários ministros acusados de corrupção; agem para esvaziar a Lava Jato.



Para complicar o cenário político, se Temer renunciar, for cassado ou sofrer impeachment, quem assumirá a presidência será Rodrigo Maia; se ele virar réu, Eunício Oliveira assumiria; e se este virar réu, Carmen Lucia, presidente do STF, assume o cargo até que um novo presidente seja eleito indiretamente, pelo Congresso Nacional. Como tudo que está ruim pode piorar, o PSOL, partido de extrema-esquerda, começou uma campanha inconstitucional por “Diretas Já”, para lucrar com o cenário de aprofundamento da crise e tentar com que Lula – que deve ser condenado em 1ª instância em breve – seja candidato em nova eleição.
Se o PMDB é classificado como partido “pega-tudo” de centro, o PSDB só se diferencia do PT por ser a esquerda que sabe usar talheres numa refeição. Que a Lava-Jato prenda todos os corruptos travestidos de homens públicos, e que os partidos beneficiados pela corrupção sejam cassados.
Mas que não haja ilusões. Agora, tudo ficou mais difícil para os brasileiros, logo num momento em que a economia estava se recuperando. A aprovação das reformas trabalhista e da previdência será impossível. E o povo pagará caro pela corrupção endêmica que assola a estrutura política brasileira, pois a economia vai desabar junto com os políticos. O país – com 14 milhões de desempregados e um parque industrial seriamente afetado – vai mergulhar na pior crise política e econômica da sua história.
O Brasil realmente não é para iniciantes.
“Ergue-te, SENHOR, na tua ira; […] Desperta-te, meu Deus, tu que decretas a justiça. […] Que a maldade dos ímpios cesse, mas que o justo se estabeleça; pois tu, ó Deus justo, provas o coração e os pensamentos. Deus […] salva os retos de coração. […] O ímpio gera a perversidade, concebe a maldade e dá à luz a falsidade. Quem abre uma cova e a torna mais profunda, acabará caindo na cova que fez. Sua maldade recairá sobre sua cabeça […]. Eu louvarei o SENHOR segundo sua justiça e cantarei louvores ao nome do SENHOR, o Altíssimo.” (Sl 7.6,9-10,14-17)
Por Franklin Ferreira
Postado com permissão pela VINACC
Imagem: Reprodução

Mais de 1.600 são convertidas a Jesus após igrejas se unirem para evangelizar cidade


A união de mais de 350 igrejas está resultando em um grande avivamento no Texas. Os moradores locais estão sendo evangelizados nas ruas, escolas e restaurantes.
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.
Um movimento de evangelismo promovido por mais de 350 igrejas em Dallas/Fort Worth, no Texas, está resultando em um grande avivamento nos Estados Unidos.
Os cristãos que fazem parte do “reviveTX” têm como objetivo compartilhar o Evangelho com os moradores da região por 50 dias, em um período que se iniciou na Páscoa e vai até Pentecostes.
Os resultados testemunhados pelo ministério são surpreendentes — mais de 1.600 pessoas teriam crido em Jesus Cristo desde que o reviveTX começou, em abril. Os participantes do movimento estão pregando o Evangelho aos moradores de 10 regiões do Metroplex, no Texas.
Segundo Kyle Martin, fundador da organização Time to Revive, todos os voluntários foram equipados e treinados para compartilharem sua fé.
Para Martin, essa é uma forma de ver os cristãos retornando para os princípios da igreja descrita no livro de Atos. “É tão simples que as pessoas pensam: ‘Qual é o truque?’ Mas realmente não existem truques. Estamos apenas fazendo o que Deus nos pediu para fazer”.
Martin conta que os participantes vão às ruas para compartilhar o Evangelho pela manhã, tarde e à noite, mas isso não é tudo.
Imagem: ReviveTX Facebook
“O Senhor vem abrindo portas para nós entrarmos nas escolas públicas e compartilhar o Evangelho”, disse ele. “Estamos entrando em restaurantes fast-food e temos ido em vários estabelecimentos”.
“Aqui, os cristãos estão começando a realmente crer, pois eles já foram transformados por Cristo e querem compartilhar o Evangelho onde eles estiverem”, acrescentou Martin.
Além de serem evangelizados, Martin disse que os novos convertidos estão sendo discipulados pelo ministério reviveTX.
“Todas as noites em nossos cultos, a razão pela qual estamos vendo esse movimento é que estamos alinhando todas estas pessoas que conheceram o Senhor durante o dia”, explicou. “À noite, nós dizemos nos cultos: ‘Eu preciso de você para discipular essa pessoa’”.
ReviveTX está previsto para se encerrar em Pentecostes, no dia 4 de junho.
Com informções da CBN News
Tradução Guiame
Imagem: ReviveTX

sexta-feira, 19 de maio de 2017

Afinal, o Que é Orar?

Augustus Nicodemus Lopes
Orar a Deus deveria ser uma coisa simples. Todavia, poucos assuntos precisam de mais esclarecimentos do que a oração. Há muitos conceitos errados sobre a oração por causa do misticismo e da superstição que acometem o ser humano (não somente os brasileiros), por falta de mais conhecimento bíblico sobre o assunto e por causa de ideias equivocadas que as pessoas têm sobre Deus. Seguem alguns pontos sobre oração que penso que são fundamentais e também relevantes para nós hoje. Estou pressupondo o básico: quem vai orar acredita que Deus existe e que Ele recompensa os que o buscam (Hb 11.1-2 e 6).
1 – Orar é basicamente apresentar a Deus, mediante Jesus Cristo e com a ajuda do Espírito Santo, nossos desejos, necessidades, confissão de pecados, intercessões, agradecimentos. A razão é que somente o Deus Triúno conhece nossos corações, é capaz de atender os pedidos e o único que pode perdoar pecados. Portanto, não há qualquer fundamento bíblico para dirigirmos nossas orações a quaisquer criaturas, vivas ou mortas, mas somente ao Deus Triúno (2 Sm 22:32; 1Rs 8:39; Is 42:8; Sl 65:1-4;145:16,19; Mq 7:18-20; Mt 4:10; Lc 4:8; Jo 14:1; At 1:24; Rm 8:26-27; Jo 14:14 e dezenas de outros textos que falam de nos dirigirmos a Deus).

2 – O Novo Testamento nos ensina que devemos orar a Deus em nome de Jesus Cristo. A razão é que o pecado nos afastou de Deus e não podemos nos aproximar dele por nossos próprios méritos. Jesus Cristo é o único, na terra e no céu, que foi constituído pelo próprio Deus como mediador entre ele e os homens. Não há qualquer base bíblica para se chegar a Deus em oração pela mediação de qualquer outro nome. A Bíblia nos ensina que “não há outro nome dado aos homens” (At 4:12) e que “há somente um mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo” (1Tim 2:5). (Ver ainda Jo 14:6; Ef 3:12; Cl 3:17;Hb 7:25-27;13:15).

3 – Orar em nome de Jesus é nos achegarmos a Deus confiados nos méritos de Jesus Cristo e no perdão de pecados que ele nos conseguiu por meio de sua morte na cruz. É pedir a Deus com base nos merecimentos de Cristo e não nos nossos. É renunciar a toda justiça própria e chegarmos esvaziados de nós mesmos diante de Deus, nada tendo para oferecer em nosso favor a não ser a obra daquele que morreu e ressuscitou por nós. Onde não houver esta disposição e atitude, invocar o nome de Jesus é vão. O nome de Jesus não é um talismã ou uma palavra mágica, ou a senha para desbloquear as bênçãos de Deus. Não funciona nos lábios daqueles que ainda confiam em si mesmos e na sua própria justiça, ainda que repitam este Nome dezenas de vezes em oração (Mt 6:7-8; 7:21; Lc 6:46-49; Jo 14:13,14; At 19:13-16; 1Jo 5:13-15; Hb 4:14-16).

4 – Embora possamos pedir a Deus qualquer coisa que desejarmos, todavia, só deveríamos orar por aquelas que trazem a maior glória de Deus, que promovem o crescimento do Reino de Deus neste mundo e que são para nosso bem, sustento, proteção, alegria, bem como de nosso próximo. Foi isto que Jesus nos ensinou a pedir na oração do “Pai Nosso” (Mt 6:9-13), além de outras coisas afins (Lc 9:11-13). Assim, é tentar a Deus orarmos por coisas ilícitas e pedir coisas que Ele declara, na Bíblia, serem contra a sua vontade (Tg 4:1-3; Mt 20:20-28).

5 – Em nossas orações, deveríamos nos lembrar de orar por outras pessoas. A Bíblia nos ensina a pedir a Deus pelos irmãos em Cristo, pela Igreja de Cristo em todo o mundo, pelos governantes, por nossos familiares e pessoas de todas as classes, inclusive pelos nossos inimigos. Todavia, não há qualquer base bíblica para orarmos pelos que já morreram ou oferecer petições em favor dos mortos (Gn 32:11; 2Sm 7:29; Sl 28:9; Mt 5:44; Jo 17:9 e 20; Ef 6:18; 1Tm 2:1-2; 2Ts 1:11; 3:1; Cl 4:3).
6 – Deus nos encoraja a trazer diante dele as nossas petições. Todavia, ainda que a eficácia de nossas orações dependa exclusivamente dos méritos de Cristo, Deus nos ensina em sua Palavra que há determinadas atitudes nos que oram que fazem com que ele não atenda estas orações, como brigas entre irmãos, mundanismo e egoísmo, tratar mal a esposa, pecados ocultos, incredulidade e dúvidas, falta de perdão a quem nos ofende, hipocrisia, vãs repetições, entre outras coisas (Mt 5:23-24; Tg 4:1-3; 1Pe 3:7; Sl 66:18; Pv 28:13; Is 59:1-2; Tg 1:6-7; Mt 6:14-15; Mt 6:5; Mt 6:7-8). Por outro lado, se nossas orações são respondidas, isto não se deve à nossa santidade, mas à graça de Deus mediante Jesus Cristo, que nos habilita a viver de forma agradável a ele (1Jo 3:21-22), e ao fato de que as orações, por esta mesma graça, foram feitas de acordo com a vontade de Deus (1Jo 5:14).
7 – Deus requer fé da parte dos que oram (Hb 3:12; 11:6; Jer 29:12-14; Tg 1:5-8; 5:15). Esta fé é uma simples confiança de que Deus existe, que ele nos aceitou plenamente em Cristo e que é poderoso para nos dar aquilo que pedimos, ou então, nos dar muito mais do que imaginamos (Hb 4:14-16). Orar com fé é trazer diante de Deus nossas necessidades e descansar nele, confiantes que ele responderá de acordo com o que for melhor para nós (1Jo 5:14-15). Orar com fé não significa determinar a Deus que cumpra nossos pedidos, ou decretar, como se a oração tivesse um poder próprio, que estes pedidos aconteçam. Orações não geram realidades espirituais e nem engravidam a história. É Deus quem ouve as orações e é Ele quem decide se vai respondê-las ou não, e isto de acordo com sua vontade e propósito de sempre nos fazer bem.
Se houvesse mais oração verdadeira a Deus por parte dos que professam conhecê-lo mediante Jesus Cristo, quem sabe veríamos aquele avivamento e reforma espirituais que tanto desejamos para nossa pátria?
“Se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e me buscar, e se converter dos seus maus caminhos, então, eu ouvirei dos céus, perdoarei os seus pecados e sararei a sua terra” (2Cron 7:14).

Fonte: O Tempora, O Mores

Campanha de Oração em favor do Brasil

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.
Resultado de imagem para gente orando pelo Brasil
..."SE O MEU POVO QUE SE CHAMA PELO MEU NOME, SE HUMILHAR, E ORAR, E ME BUSCAR, E SE CONVERTER DOS SEUS MAUS CAMINHOS, ENTÃO, EU OUVIREI DO CÉUS, PERDOAREI OS SEUS PECADOS E SARAREI A SUA TERRA" (II Crônicas 7.14)
O vírus da corrupção da está no homem, ele foi foi contaminado pela queda dos nossos primeiros pais. Quando homem deixa de olhar para Deus, e pensa que não precisa de Deus ele é capaz de fazer quaisquer loucura.
Na atualidade temos sido bombardeados todos os dias com notícias que falam da corrupção de vários membros da classe política, empresarial, etc. Diante de tal situação ficamos nos perguntando como será o futuro da nossa grande e amada nação? "Como filhos de Deus, nosso compromisso é com a verdade e nosso desejo é que ela venha a tona. Nosso desejo é que aqueles que defraudaram nosso país sejam julgados e condenados, independente de sua orientação partidária(Vinacc)" sua condição econômica, social ou religiosa.
Peço a você para clamarmos a Deus para mudar o nosso país e nos abençoar. Para Deus mudar as nossas igrejas  e a avivar o seu povo para fazermos diferença em nossa nação, para a Glória de dEle. Se você crer que Deus pode mudar o nosso país então todos os dias, meio dia (12:00) ore pelo Brasil durante o restante deste ano(2017).
O Agreste Presbiteriano

MILHARES DE CRISTÃOS VIVEM EM CONDIÇÕES PRECÁRIAS

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.
Boa parte dos cristãos perseguidos está vivendo em campos de refugiados, sem conforto, sem alimento e sem privacidade
Nos últimos meses, a República Centro-Africana tem vivido um nível de violência alarmante, de acordo com o Médicos sem Fronteiras. A ONU informou que está em missão na ex-colônia francesa e que tem procurado dispersar os combatentes. Apesar das eleições de março, que deveriam restaurar a estabilidade, a situação permanece complicada em muitas regiões do país, como no norte e nordeste, onde ex-rebeldes do Seleka estão dominando. Só no mês de outubro de 2016, 23 cristãos foram mortos violentamente. Esse número só não foi maior por que houve a colaboração das forças da ONU.
Nesse mesmo período, houve diversos ataques e cerca de 14 mil cristãos tiveram que buscar refúgio em campos de deslocados internos, onde já havia 4 mil pessoas sendo atendidas. Elas vivem sob extrema pressão e medo de serem atacadas novamente, de acordo com os relatórios. “O acesso aos 18 mil cristãos que vivem agora em Kaga Bandoro é fácil, por isso eles estão vulneráveis. Há um grupo de 10 pastores auxiliando e outros 60 que exercem atividades cristãs. Todos vivem em tendas quentes, feitas de sacos costurados que os protegem do sol e da chuva.
 “Dezenas de milhares de cristãos vivem com o mínimo de comida nesse pequeno pedaço de terra queimada, não há conforto, nem privacidade. Muitas vezes, as crianças vão dormir com fome. É difícil manter a dignidade nessas circunstâncias”, disse Nathan*, um dos colaboradores da Portas Abertas. Ele explica que essas pessoas costumavam ter um espaço ao redor de suas casas, onde cultivavam alimentos e mantinham seus animais. Pais e mães ensinavam várias habilidades aos filhos. “Agora eles mal podem protegê-los e as crianças veem coisas que os pais não querem que eles vejam. É difícil manter os valores com a família confinada à 6 metros quadrados”, conclui.
*Nome alterado por motivos de segurança.
Fonte: Portas Abertas
Imagem: reprodução/ilustrativa

SITE CRISTÃO NO BRASIL É DERRUBADO POR HACKERS ISLÂMICOS: “SUAS MULHERES SERÃO NOSSAS”

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.
Na última quarta-feira (26), hackers invadiram o site cristão do ministério Libertar.
A mensagem postada deixa clara quem são os responsáveis e qual suas intenções. Uma bandeira negra do califado foi sobreposta a uma bandeira do Brasil e o grito de guerra jihadistas “Allahu Akbar” [Alá é grande] repetido várias vezes.
A invasão é assinada pelo grupo “Team Jihad Brasil”. Do lado esquerdo, em inglês, a mensagem: “judeus e cristão são porcos sujos”. À direita, uma ameaça: “Nós viemos para sua terra. Em breve suas mulheres serão nossas”.
O portal Gospel Prime entrou em contato com o dono do site, Marcos Paulo Góes. Ele explica que seu site já tínhamos sofrido com ataques de hackers ligados a movimentos esquerdistas. Contudo, agora que eles começou a postar com maior frequência notícias sobre o projeto de dominação islâmica pelo mundo, surge essa invasão.

Góes acredita que este acontecimento “serve para deixar claro a que estágio chegou a ação dos extremistas islâmicos no Brasil”. Ele já conseguiu recuperar o controle da página e afirma que notificou a Polícia Federal.
Ele também disse que não vai se deixar intimidar, e que pretende continuar denunciando as ações dos islâmicos no mundo todo, em especial a perseguição aos cristãos. Para Marcos, essa ação “faz parte de uma agenda globalista esquerdista, que é destruir toda resistência da cultura judaico-cristã conservadora pelo mundo, e o Brasil é um alvo declarado!”.
Cyberjihad
Nos últimos anos, com a ascensão do Estado Islâmico (EI), foi decretada o início de um movimento que os próprios definem como “cyberjihad”. Isso nada mais é do que o conceito islâmico de guerra santa aplicado ao contexto da internet.
A web vem sendo o principal meio de recrutamento de novos jihadistas. Além disso, hackers simpatizantes ou que se dizem membros do EI travam batalhas virtuais contra instituições do Ocidente.
Em 2014, um francês de 27 anos, convertido ao islamismo, chamado Romain Letellier foi condenado por usar a Internet para disseminar propaganda terrorista e por promover a participação em atos terroristas. Um tribunal em Paris o sentenciou a um ano de prisão e outros dois em observação. Foi o primeiro caso em que se fez uso de uma lei aprovada em dezembro de 2012 que torna a “cyber jihad” um crime na França.
Em 2015, um grupo denominado CyberCaliphate (CyberCalifado) invadiu o perfil do Comando Central dos Estados Unidos (Centcom) no Twitter. Também hackeou a conta de Twitter da revista semanal americana Newsweek, quem tem mais de 2,5 milhões de seguidores. Foram postadas ameaças ao então presidente dos EUA Barack Obama e a sua família.
O ataque ao site do ministério Libertar é o primeiro caso conhecido de cyber jihad no Brasil, que não possui leis específicas sobre o assunto.


Com informações do Gospel Prime

quinta-feira, 18 de maio de 2017

Pastor tenta andar sobre a água e é devorado por crocodilos

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.
O pastor se preparou para o milagre ficando uma semana em jejum mas acabou sendo devorado
Um pastor evangélico tentou imitar Jesus andando sobre a água de um rio e acabou sendo devorado por três crocodilos. O incidente ocorreu em Zimbábue, na África, no mês de março, mas foi divulgado recentemente pelos jornais locais e tem chamado a atenção nas redes sociais.
O pastor Jonatham Mthethwa se preparou para o feito passando uma semana em jejum. Mas oo rio Mpmumalanga é infestado de crocodilos e ele foi devorado em minutos. Segundo fiéis, só sobraram as sandálias e alguns pedaços de roupa.
O portal Zibabwe Today noticiou o ocorrido e alguns leitores ainda questionam a veracidade da notícia.
A mandíbula de um crocodilo pode chegar a ter 80 dentes e a força de sua mordida pode chegar a 1,5 toneladas.
Fiéis que assistiam ao culto, ficaram perplexos com a tragédia. “Ele prometeu que nos demonstraria a sua fé hoje, mas acabou se afogando e sendo comido por três crocodilos na nossa frente”, contou um homem que assistia a cerimônia, ao portal de notícias local.
Porém ele não é o único nesta tentativa, em janeiro de 2014, um pastor evangélico morreu afogado em uma praia de Libreville, no Gabão, após garantir aos seus fiéis que, assim como Jesus, era capaz de andar sobre as águas. De acordo com ele, bastaria ter fé para andar sobre as águas, em referência ao trecho do livro bíblico de Mateus, capítulo 14, versículos de 22 a 33, onde está o relato do feito de Jesus.
De acordo com o jornal Daily Glasgow Record, o pastor Franck Kabele e seus seguidores se afastaram da praia em um barco e navegaram por 20 minutos. Ao entrar no mar, o pastor afundou e nunca mais voltou.
O pastor tinha 35 anos e garantiu por diversas vezes que seria capaz de repetir o milagre bíblico.


Redação Consciência Cristã
Imagem: reprodução web
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...