terça-feira, 24 de maio de 2016

MECANICIDADE, OBRIGAÇÃO OU PAIXÃO?

Depois de sete anos em cartaz na peça “Nós na Fita” ao lado de Leandro Hassun, o comediante Marcius Melhem afirmou que estava muito atarefado, correndo muito, gravando dois programas para televisão e viajando com a peça e por isso estava se sentindo vazio. 
Marcius confessou que numa das ocasiões subiu ao palco e se apresentou diante do público com naturalidade, mas ele percebeu que estava fazendo as coisas mecanicamente, por dinheiro, mas a sua alma não estava ali, então ele decidiu parar.
Enquanto acompanhava a entrevista do comediante fiquei me perguntando sobre quantas vezes isto não tem acontecido conosco? Quantas vezes o nosso culto, a nossa vida cristã e a nossa obediência a Deus não passam de atos mecânicos, mera obrigação, afinal de contas, a nossa alma não está ali?
Diria que isto acontece com muita gente em nossas igrejas. Em alguns casos é fruto da falta de conversão, noutras ocasiões esta frieza é fruto da falta de vida devocional séria. Paramos de orar, paramos de estudar a Palavra de Deus e abandonamos a piedade e quando isto acontece esfriamos.
A grande tragédia, nisto tudo, é saber que, infelizmente, mesmo percebendo que as coisas não estão bem e que a frieza espiritual se tornou uma realidade, não paramos como Marcius Melhem e não admitimos que precisamos mudar. Em alguns casos, temos a impressão de que não existe mais jeito para nossa condição.
O Senhor sabia que isto poderia acontecer ao seu povo, por isso, em Deuteronômio 6 ele fez uma série de recomendações, por boca de Moisés, aos hebreus que estavam às portas da Terra Prometida e que devem ser aplicadas a todos nós. O Senhor disse: “Havendo-te, pois, o Senhor, teu Deus, introduzido na terra que, sob juramento, prometeu a teus pais... e quando comeres e te fartares, guarda-te, para que não esqueças o Senhor, que te tirou da terra do Egito, da casa da servidão” – (Dt 6.10-12).
O Senhor não apenas alerta o povo quanto ao risco da frieza espiritual, mas Ele apresenta o antídoto contra este tipo de situação que nos leva à mecanicidade e à obrigação, Ele nos orienta a tomar uma decisão radical: “Diligentemente, guardarás os mandamentos do Senhor, teu Deus, e os seus testemunhos, e os seus estatutos que te ordenou” – (Dt 6.17), ao invés de continuar frio, acomodado, fazendo as coisas mecanicamente, quero lhe desafiar a se esforçar para orar, ler a Palavra, participar da vida doméstica da igreja, afinal de contas, esta é a vontade de Deus para a sua vida e, você descobrirá que o Senhor mesmo agirá em nossa vida nos dando a alegria necessária para servi-lo com paixão e entusiasmo.

Pr. Calvino Rocha pastor da Igreja Presbiteriana de Campina Grande-PB

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...