sexta-feira, 25 de julho de 2014

IGREJA PRESBITERIANA DO BRASIL EMITE NOTA CONSIDERANDO A DENOMINAÇÃO 'VERBO DA VIDA' COMO HERÉTICA



Por Antognoni Misael

Recentemente alguns internautas, cristãos, vinculados a Igreja Presbiteriana do Brasil, divulgaram nas redes sociais um posicionamento da Igreja Presbiteriana do Brasil em relação a igreja "Verbo da Vida". Tivemos dúvida antes de publicar a matéria, mas após consultar o site se.icalvino.net o colunista do blog UMP da Quarta, Guilherme Barros, confirmou a notícia e nos mandou um print da página a qual teve acesso.

Não é a primeira vez que Igreja Presbiteriana do Brasil emite opinião sobre denominações  de teologia duvidosa. Em 2010 ela também se pronunciou em relação as igrejas IURD e Mundial, considerando-as seitas. Agora, novamente depõe em relação a denominação Verbo da Vida, a qual tem estreita ligação com Kenneth Hagim, representante do movimento Palavra de fé, onde a confissão positiva, teologia da prosperidade e outras heresias foram veiculadas dentro do cenário eclesiástico brasileiro. Veja na íntegra o conteúdo.

Posicionamento oficial da Igreja Presbiteriana do Brasil quanto a Igreja Verbo da Vida. Considerando:

1) Que a Igreja Verbo da Vida é ligada ao Kenneth Hagim Ministries;

2) Que a Igreja é defensora e praticante do "evangelho da saúde e da prosperidade" também conhecido como "Teologia da Prosperidade", "Confissão Positiva", "Palavra da fé" e "Movimento da Fé";

3) Que a igreja verbo da vida foi implantada no Brasil pelo "apóstolo" Bud Wright, e em seu blog existem afirmações que apontam as convicções e ensino da referida igreja;

4) Que a Igreja em seus encontros apresenta práticas muitos similares das que são praticadas na IURD - Igreja Universal do Reino de Deus - fato facilmente constatado nos vídeos espalhados na internet; O SC/IPB 2014 RESOLVE:

1. Reconhecer que a Igreja Verbo da vida apresenta uma orientação teológica neo-pentecostal e com muitos elementos característicos de seita;

2. Determinar aos concílios inferiores que se abstenham de relações intereclesiásticas com a Igreja Verbo da Vida e só recebam por batismo e profissão de fé;

3. Responder ao concílio consulente que a Igreja verbo da vida não pode ser tratada como igreja co-irmã.
Imagem do texto no site se.icalvino.net.

***

Antognoni Misael, da redação do Púlpito Cristão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...