terça-feira, 5 de março de 2013

Vergonha: Universidade Presbiteriana Mackenzie recebeu Jean Wyllys para falar da agenda gay


Pare e Pense
Vergonha: Universidade Presbiteriana Mackenzie recebeu Jean Wyllys para falar da agenda gay


A Universidade Presbiteriana Mackenzie promoveu em 28 de fevereiro de 2013 um debate intitulado “Liberdade Religiosa e Diversidade Sexual: Um casamento possível?”, e convidou, acreditem!, o ex-BBB e ativista gay Jean Wyllys, que também é deputado federal.
De acordo com o blogueiro Julio Severo, a Mackenzie assim descreveu o ex-BBB:
“Militante pelas liberdades civis, atuava nas comunidades eclesiais de base da Igreja Católica. Parceiro dos movimentos LGBT, negro e de mulheres. Participa de ação de combate à homofobia, à intolerância, aos fundamentalismos religiosos…”
Um marketing e tanto feito ao ativista gay por uma universidade cujo chanceler é um renomado reverendo presbiteriano. Uma vergonha! Ainda mais que Wyllys tem sido um dos parlamentares que mais frases cristofóbicas tem feito desde que assumiu o mandato.
Ainda de acordo com Severo, um procurador, membro da Associação Nacional dos Juristas Evangélicos (ANAJURE), participou do debate, na tentativa de contrapor as afirmações de Wyllys. O blogueiro ressalta que teve gente que assistiu o debate e ficou impressionada com a firmeza de Wyllys, frente ao representante da ANAJURE.
Foi, então, um fiasco, a participação do membro da ANAJURE? Se é verdade isto, a recém lançadaANAJURE precisa estar atenta para não perder o rumo.
Também, conforme escreveu Julio Severo, o tal procurador cristão já foi acusado de tentar fazer dinheiro com suas investigações.
Apesar de Jean Wyllys usar os discursos mais vorazes contras os cristãos, há uma parcela dos tais que ele faz questão de poupar, são os calvinistas. Meses atrás o ativista disse que os adeptos da Teologia de João Calvino são aliados do movimento LGBT.
É simplesmente lastimável a atitude da Mackenzie e, solidariamente, a da ANAJURE.

"As opiniões ditas pelos colunistas são de inteira e única responsabilidade dos mesmos, as mesmas não representam a opinião do Gospel+ e demais colaboradores."
Por Paulo Teixeira
Fonte:gospelmais

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...