segunda-feira, 11 de março de 2013

Rob Bell afirma que a teologia atual é “antiquada e obsoleta”



Ex-pastor lança novo livro e prepara programa de TV
por Jarbas Aragão

Rob Bell afirma que a teologia atual é “antiquada e obsoleta”Rob Bell afirma que a teologia atual é “antiquada e obsoleta”

Quase dois anos após a controvérsia mundial por causa dos argumentos de seu livro, “O amor vence”, o pastor Rob Bell está de volta! Dia 12 de março ele lança sua nova obra, “What We Talk About When We Talk About God” [Do que falamos quando falamos sobre Deus ], Também prepara um programa “sobre espiritualidade” para a TV aberta.
Rob Bell já foi considerado uma das pessoas mais influentes do mundo pela revista Time. Sua série de vídeos “Nooma” e seus livros o tornaram especialmente popular entre os jovens.
Ele tocou em uma banda de rock quando era adolescente e ainda mantém uma certa aura de “rock star” quando encheu auditórios e clubes em suas turnês por várias partes do mundo.
No final de 2011, ele deixou a Igreja Mars Hill, que fundou e pastoreou em Michigan, para morar na Califórnia. Seu objetivo na época era escrever um seriado em parceria com Carlton Cruse, produtor do megassucesso Lost. O resultado foi o primeiro capítulo de “Stonger”, mas nenhuma televisão aberta aceitou produzir a série.
Agora Bell passa a maior parte de seu tempo escrevendo e diz ter planos para um novo programa de televisão “sobre espiritualidade”. Ao lado de sua esposa, Kristen, e seus três filhos, Rob Bell afirma: ”Estamos muito felizes. Nós estamos exatamente onde precisamos estar”.
Formado pelo conceituado Seminário Teológico Fuller, em Pasadena, e pastor da  Calvary Church, em Grand Rapids, ele largou tudo para dar início à Mars Hill, um dos expoentes do movimento conhecido como “Igreja Emergente”.
Inovar nunca foi difícil para ele, mas é curioso pensar que ele tente emplacar sua nova produção em parceria com Cruse, um talk show comandado por um ex-pastor. Com o título provisório de “Rob Bell”, ele faria entrevistas, contaria histórias, interagiria com uma plateia e falaria sobre o que “mais inspira as pessoas”, explica ele. Isso inclui a espiritualidade.
Enquanto aguarda uma resposta positiva das emissoras para quem mostrou o formato, Rob Bell volta a ficar sob fogo cruzado por conta de sua teologia não convenciona, que apresenta em seu novo livro.
Como parte da estratégia de divulgação, ele produziu dois clipes curtos, onde oferece alguns dos argumentos contidos na obra. Isso já foi o suficiente para que novamente fosse massacrado pelos teólogos tradicionais.
Segundo o enigmático material de divulgação da sua editora, a HarperOne,  este livro se propõe a fazer “em relação a Deus o que O Amor Vence fez em relação ao céu e ao inferno”.
A problemática levantada por Bell é que nossa visão de Deus pode ser comparada ao automóvel Oldsmobile, que ele dirigia quando tinha 20 anos. Serviu bem durante muitos anos, mas se tornou obsoleto.  Essa geração tem conceitos diferentes sobre Deus assim como tem conceitos diferentes sobre carros.
“As coisas mudaram, temos mais informação e tecnologia do que antigamente. Estamos interagindo com uma gama mais ampla, mais diversificada de pessoas, e o Deus tribal, o único que muitas pessoas já ouviram falar, parece cada vez menor, reduzido, irrelevante, e em alguns casos simplesmente obsoleto”, escreve o ex-pastor no início de sua obra.
Entre as muitas ideias que o fundador da Mars Hill pretende mudar, pois considera inadequadas para nossos dias está o papel das mulheres na liderança da igreja, considerar a homossexualidade pecado e a importância de se falar em uma criação literal em seis dias.
Denny Burk, professor adjunto de Estudos Bíblicos na Faculdade Boyce, acredita que Bell quer oferecer “Uma redefinição total da fé cristã”. Obviamente, essa pretensão é considerada vã pela maioria dos teólogos. Com informações Christian Post e Urban Christian News.
Fonte:gospelprime

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...