domingo, 10 de março de 2013

Exortações para os que são chamados [1/2]


Por Thomas Watson 

watson-exortacao-chamado

Se, depois de examinar-se, você descobrir que de fato é alguém eficazmente chamado, eu tenho três exortações para você.
1. Admire e adore a graça livre de Deus em chamá-lo. Admire e adore o fato de que Deus tenha passado por cima de tantos, que Ele tenha passado pelo sábio e pelo nobre, e que a porção da livre graça tenha recaído sobre você! Que Ele o tenha tirado de um estado de servidão, da labuta no moinho do diabo, e o tenha colocado sobre os príncipes da terra, chamando-o para herdar o trono da glória! Caia de joelhos, irrompa em um grato hino de louvor: que o seu coração seja como instrumentos de dez cordas para entoar o memorial da misericórdia de Deus. Não há ninguém mais profundamente devedor à graça livre do que você, e ninguém deveria estar em um lugar mais alto no pináculo das ações de graças. Diga como o doce cantor: “Exaltar-te-ei, ó Deus meu e Rei; bendirei o teu nome para todo o sempre. Todos os dias te bendirei e louvarei o teu nome para todo o sempre” (Salmo 145.1-2). Aqueles que são exemplos da misericórdia deveriam ser trombetas de louvor. Oh, anseie por estar no céu, onde as suas ações de graças serão mais puras e alcançarão notas mais altas.
2. Compadeça-se daqueles que ainda não são chamados. Pecadores em roupas escarlates não são objetos de inveja, mas de compaixão; eles estão sob “o poder de Satanás” (Atos 26.18). Eles caminham todos os dias à beira do abismo sem fundo; e que terrível se a morte os alcançar lá! Oh, compadeça-se dos pecadores não convertidos. Se você se compadece de um boi ou de um asno que se extravia, acaso não se compadecerá de uma alma extraviada de Deus, que perdeu o seu caminho e o seu tino, e está à beira do precipício da condenação?
Oh, não, não apenas se compadeça dos pecadores, mas ore por eles. Embora eles amaldiçoem, você ora; você estará orando por pessoas loucas; pecadores são loucos. “Então, caindo em si” (Lucas 15.17). Parece que o pródigo, antes da conversão, não era ele mesmo. Homens ímpios estão a caminho da execução; o pecado é a corda que os enforca; a morte é a sua despedida; e o inferno é o seu lugar de fogo ardente; e acaso você não há de orar por eles, ao vê-los em tamanho perigo?
3. Honre o seu chamado do alto. “Rogo-vos, pois, eu, o prisioneiro no Senhor, que andeis de modo digno da vocação a que fostes chamados” (Efésios 4.1). Cristãos devem manter o decoro, eles devem observar o que é decente. Esta é uma advertência oportuna, quando muitos professam ser chamados de Deus, mas, pelo seu caminhar displicente e irregular, mancham a religião, motivo pelo qual os caminhos de Deus são difamados. É oportuno o discurso de Salviano: “O que dizem os pagão ao verem cristãos vivendo de modo escandaloso? Certamente Cristo não pensa deles algo melhor”. Acaso você envergonhará a Cristo, fazendo-o sofrer novamente, ao desdenhar do seu chamado do alto? É uma das coisas mais tristes ver um homem levantar suas mãos em oração e, com as mesmas mãos, oprimir; ouvir a mesma língua louvar a Deus em um momento e, em outro, mentir e maldizer; ouvir um homem professar a Deus em palavras, e negá-lo em obras. Oh, quão indigno isto é! O seu chamado é santo, e acaso você será profano? Não pense que você pode usar da liberdade como outros o fazem. O nazireu que tinha um voto sobre si separava a si mesmo para Deus e prometia abstinência; embora outros tomassem vinho, não era adequado ao nazireu fazê-lo. Assim, embora outros sejam displicentes e fúteis, isso não é adequado para aqueles que foram separados por Deus através do chamado eficaz. Não são as flores mais doces do que as ervas daninhas? Você agora deve ser um “povo peculiar” (1Pedro 2.9); peculiar não apenas em dignidade, mas em procedimento. Abomine todas as propostas do pecado, porque ele depreciaria o seu chamado do alto.
Por Thomas Watson. Original: A Divine Cordial By Thomas Watson
Permissões: Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que informe o autor, seu ministério e o tradutor, não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...