segunda-feira, 11 de março de 2013

Ativistas gays tumultuam culto e tentam agredir Marco Feliciano


“Repudio qualquer ato de violência e rogo a oração das igrejas para que tenhamos paz”, disse o pastor.
por Michael Caceres

Ativistas gays tumultuam culto e tentam agredir Marco FelicianoAtivistas gays tumultuam culto e tentam agredir Marco Feliciano

Neste domingo (10) o Pastor Marco Feliciano, deputado federal pelo Partido Social Cristão (PSC) que tem enfrentado duras críticas de movimentos gays por assumir a presidência da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara (CDHM) denunciou através de seu site pessoal uma tentativa de agressão durante um evento na igreja Catedral do Avivamento em Franca, interior de São Paulo.
Movimentos LGBT organizaram uma manifestação na igreja ao qual Feliciano preside e tentaram invadir o local para constranger o parlamentar a desistir de sua vaga como presidente da CDHM. De acordo com relatos os ativistas tentaram agredir o pastor e pronunciavam palavras de baixo calão.
“Não se contentando o movimento começou a ofender com palavras de baixo calão, ameaças de violência e depredação. Feliciano estava acompanhado de sua família, inclusive com suas filhas pequenas que choraram muito quando os manifestantes atacaram o carro onde estavam”, relatou a assessoria.
Após o tumulto o pastor teve que ser escoltado até seu carro, devido às tentativas de agressões por parte dos ativistas que são contra sua liderança no colegiado. Feliciano disse que denunciará as ameaças a Polícia Federal e solicitará proteção policial ao Governo.
“Já estou com um dossiê pra entregar a policia Federal com dezenas de páginas impressas com ameaças de morte. Me ajudem em oração!”, publicou o parlamentar em sua conta no Twitter.
Hackers tentam invadir site e redes sociais
Feliciano também denunciou as diversas tentativas de invadir seu site e suas contas nas redes sociais. O parlamentar afirmou que apresentará um dossiê a PF pedindo investigação, além de denunciar as tentativas de retirar sua fanpage do Facebook do ar. O deputado quer saber quem esta por trás desta mobilização e de onde saíram os recursos financeiros.
Fonte:gospelprime
Pare e pense!
Que democracia é esta que os ativistas gays defendem? Só eles estão certos? Eles podem protestar, falar mal de pastores, de qualquer cidadão brasileiro, etc. Mas, ninguém pode contrariá-los em nada. Este grupo está passando dos limites. Em nosso país todos podem assumir cargos públicos independente da nossa cor, condição econômica, social ou religiosa.

 Povo de Deus é tempo de despertar, não podemos nos calar diante dos grandes desafios da atualidade. Precisamos orar e agir, seguindo o exemplo de Neemias, não podemos nos calar, precisamos nos unir neste momento como igreja e lutar pelos nossos direitos como cidadãos brasileiros diante de um grupo que quer acabar com a igreja em nossa pátria. Pr. Eli

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...