sábado, 20 de maio de 2017

O fim da “Nova República”


Pare, leia e pense!

Delação premiada do grupo JBS atinge 1890 políticos, de vereadores ao presidente da república
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.
Ontem Lauro Jardim, do Globo, revelou que os donos da JBS – empresa que no governo PT se tornou uma das maiores do mundo – gravaram Michel Temer indicando seu ex-assessor para atuar numa operação de compra de silêncio de Eduardo Cunha. Há um grampo no qual Aécio Neves (afastado hoje do Senado pelo STF) pede R$ 2 milhões para arcar com sua defesa. E foi dito que o ex-ministro de Dilma, Guido Mantega, repassava propina a parlamentares petistas e aliados.
O Antagonista apurou que a delação premiada do grupo JBS atinge 1890 políticos, do presidente da República a vereadores. Ontem só se viu uma pequena parte da delação dos donos de um das maiores indústrias de alimentos do mundo. De acordo com Diego Escosteguy, a delação da JBS também cita pagamentos de propina para o Instituto Lula.
Mas que ninguém se engane. Temer e seus aliados (que chegaram ao poder com votos e apoio do PT) são só a outra metade da ORCRIM que capturou o Brasil: cortejaram UNE, MST e CUT; fizeram corpo mole ao não abolir a lei Rouanet e o imposto sindical; colocaram nas presidências da câmara e do senado dois investigados na Lava Jato; mantêm no governo vários ministros acusados de corrupção; agem para esvaziar a Lava Jato.



Para complicar o cenário político, se Temer renunciar, for cassado ou sofrer impeachment, quem assumirá a presidência será Rodrigo Maia; se ele virar réu, Eunício Oliveira assumiria; e se este virar réu, Carmen Lucia, presidente do STF, assume o cargo até que um novo presidente seja eleito indiretamente, pelo Congresso Nacional. Como tudo que está ruim pode piorar, o PSOL, partido de extrema-esquerda, começou uma campanha inconstitucional por “Diretas Já”, para lucrar com o cenário de aprofundamento da crise e tentar com que Lula – que deve ser condenado em 1ª instância em breve – seja candidato em nova eleição.
Se o PMDB é classificado como partido “pega-tudo” de centro, o PSDB só se diferencia do PT por ser a esquerda que sabe usar talheres numa refeição. Que a Lava-Jato prenda todos os corruptos travestidos de homens públicos, e que os partidos beneficiados pela corrupção sejam cassados.
Mas que não haja ilusões. Agora, tudo ficou mais difícil para os brasileiros, logo num momento em que a economia estava se recuperando. A aprovação das reformas trabalhista e da previdência será impossível. E o povo pagará caro pela corrupção endêmica que assola a estrutura política brasileira, pois a economia vai desabar junto com os políticos. O país – com 14 milhões de desempregados e um parque industrial seriamente afetado – vai mergulhar na pior crise política e econômica da sua história.
O Brasil realmente não é para iniciantes.
“Ergue-te, SENHOR, na tua ira; […] Desperta-te, meu Deus, tu que decretas a justiça. […] Que a maldade dos ímpios cesse, mas que o justo se estabeleça; pois tu, ó Deus justo, provas o coração e os pensamentos. Deus […] salva os retos de coração. […] O ímpio gera a perversidade, concebe a maldade e dá à luz a falsidade. Quem abre uma cova e a torna mais profunda, acabará caindo na cova que fez. Sua maldade recairá sobre sua cabeça […]. Eu louvarei o SENHOR segundo sua justiça e cantarei louvores ao nome do SENHOR, o Altíssimo.” (Sl 7.6,9-10,14-17)
Por Franklin Ferreira
Postado com permissão pela VINACC
Imagem: Reprodução

Mais de 1.600 são convertidas a Jesus após igrejas se unirem para evangelizar cidade


A união de mais de 350 igrejas está resultando em um grande avivamento no Texas. Os moradores locais estão sendo evangelizados nas ruas, escolas e restaurantes.
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.
Um movimento de evangelismo promovido por mais de 350 igrejas em Dallas/Fort Worth, no Texas, está resultando em um grande avivamento nos Estados Unidos.
Os cristãos que fazem parte do “reviveTX” têm como objetivo compartilhar o Evangelho com os moradores da região por 50 dias, em um período que se iniciou na Páscoa e vai até Pentecostes.
Os resultados testemunhados pelo ministério são surpreendentes — mais de 1.600 pessoas teriam crido em Jesus Cristo desde que o reviveTX começou, em abril. Os participantes do movimento estão pregando o Evangelho aos moradores de 10 regiões do Metroplex, no Texas.
Segundo Kyle Martin, fundador da organização Time to Revive, todos os voluntários foram equipados e treinados para compartilharem sua fé.
Para Martin, essa é uma forma de ver os cristãos retornando para os princípios da igreja descrita no livro de Atos. “É tão simples que as pessoas pensam: ‘Qual é o truque?’ Mas realmente não existem truques. Estamos apenas fazendo o que Deus nos pediu para fazer”.
Martin conta que os participantes vão às ruas para compartilhar o Evangelho pela manhã, tarde e à noite, mas isso não é tudo.
Imagem: ReviveTX Facebook
“O Senhor vem abrindo portas para nós entrarmos nas escolas públicas e compartilhar o Evangelho”, disse ele. “Estamos entrando em restaurantes fast-food e temos ido em vários estabelecimentos”.
“Aqui, os cristãos estão começando a realmente crer, pois eles já foram transformados por Cristo e querem compartilhar o Evangelho onde eles estiverem”, acrescentou Martin.
Além de serem evangelizados, Martin disse que os novos convertidos estão sendo discipulados pelo ministério reviveTX.
“Todas as noites em nossos cultos, a razão pela qual estamos vendo esse movimento é que estamos alinhando todas estas pessoas que conheceram o Senhor durante o dia”, explicou. “À noite, nós dizemos nos cultos: ‘Eu preciso de você para discipular essa pessoa’”.
ReviveTX está previsto para se encerrar em Pentecostes, no dia 4 de junho.
Com informções da CBN News
Tradução Guiame
Imagem: ReviveTX

sexta-feira, 19 de maio de 2017

Afinal, o Que é Orar?

Augustus Nicodemus Lopes
Orar a Deus deveria ser uma coisa simples. Todavia, poucos assuntos precisam de mais esclarecimentos do que a oração. Há muitos conceitos errados sobre a oração por causa do misticismo e da superstição que acometem o ser humano (não somente os brasileiros), por falta de mais conhecimento bíblico sobre o assunto e por causa de ideias equivocadas que as pessoas têm sobre Deus. Seguem alguns pontos sobre oração que penso que são fundamentais e também relevantes para nós hoje. Estou pressupondo o básico: quem vai orar acredita que Deus existe e que Ele recompensa os que o buscam (Hb 11.1-2 e 6).
1 – Orar é basicamente apresentar a Deus, mediante Jesus Cristo e com a ajuda do Espírito Santo, nossos desejos, necessidades, confissão de pecados, intercessões, agradecimentos. A razão é que somente o Deus Triúno conhece nossos corações, é capaz de atender os pedidos e o único que pode perdoar pecados. Portanto, não há qualquer fundamento bíblico para dirigirmos nossas orações a quaisquer criaturas, vivas ou mortas, mas somente ao Deus Triúno (2 Sm 22:32; 1Rs 8:39; Is 42:8; Sl 65:1-4;145:16,19; Mq 7:18-20; Mt 4:10; Lc 4:8; Jo 14:1; At 1:24; Rm 8:26-27; Jo 14:14 e dezenas de outros textos que falam de nos dirigirmos a Deus).

2 – O Novo Testamento nos ensina que devemos orar a Deus em nome de Jesus Cristo. A razão é que o pecado nos afastou de Deus e não podemos nos aproximar dele por nossos próprios méritos. Jesus Cristo é o único, na terra e no céu, que foi constituído pelo próprio Deus como mediador entre ele e os homens. Não há qualquer base bíblica para se chegar a Deus em oração pela mediação de qualquer outro nome. A Bíblia nos ensina que “não há outro nome dado aos homens” (At 4:12) e que “há somente um mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo” (1Tim 2:5). (Ver ainda Jo 14:6; Ef 3:12; Cl 3:17;Hb 7:25-27;13:15).

3 – Orar em nome de Jesus é nos achegarmos a Deus confiados nos méritos de Jesus Cristo e no perdão de pecados que ele nos conseguiu por meio de sua morte na cruz. É pedir a Deus com base nos merecimentos de Cristo e não nos nossos. É renunciar a toda justiça própria e chegarmos esvaziados de nós mesmos diante de Deus, nada tendo para oferecer em nosso favor a não ser a obra daquele que morreu e ressuscitou por nós. Onde não houver esta disposição e atitude, invocar o nome de Jesus é vão. O nome de Jesus não é um talismã ou uma palavra mágica, ou a senha para desbloquear as bênçãos de Deus. Não funciona nos lábios daqueles que ainda confiam em si mesmos e na sua própria justiça, ainda que repitam este Nome dezenas de vezes em oração (Mt 6:7-8; 7:21; Lc 6:46-49; Jo 14:13,14; At 19:13-16; 1Jo 5:13-15; Hb 4:14-16).

4 – Embora possamos pedir a Deus qualquer coisa que desejarmos, todavia, só deveríamos orar por aquelas que trazem a maior glória de Deus, que promovem o crescimento do Reino de Deus neste mundo e que são para nosso bem, sustento, proteção, alegria, bem como de nosso próximo. Foi isto que Jesus nos ensinou a pedir na oração do “Pai Nosso” (Mt 6:9-13), além de outras coisas afins (Lc 9:11-13). Assim, é tentar a Deus orarmos por coisas ilícitas e pedir coisas que Ele declara, na Bíblia, serem contra a sua vontade (Tg 4:1-3; Mt 20:20-28).

5 – Em nossas orações, deveríamos nos lembrar de orar por outras pessoas. A Bíblia nos ensina a pedir a Deus pelos irmãos em Cristo, pela Igreja de Cristo em todo o mundo, pelos governantes, por nossos familiares e pessoas de todas as classes, inclusive pelos nossos inimigos. Todavia, não há qualquer base bíblica para orarmos pelos que já morreram ou oferecer petições em favor dos mortos (Gn 32:11; 2Sm 7:29; Sl 28:9; Mt 5:44; Jo 17:9 e 20; Ef 6:18; 1Tm 2:1-2; 2Ts 1:11; 3:1; Cl 4:3).
6 – Deus nos encoraja a trazer diante dele as nossas petições. Todavia, ainda que a eficácia de nossas orações dependa exclusivamente dos méritos de Cristo, Deus nos ensina em sua Palavra que há determinadas atitudes nos que oram que fazem com que ele não atenda estas orações, como brigas entre irmãos, mundanismo e egoísmo, tratar mal a esposa, pecados ocultos, incredulidade e dúvidas, falta de perdão a quem nos ofende, hipocrisia, vãs repetições, entre outras coisas (Mt 5:23-24; Tg 4:1-3; 1Pe 3:7; Sl 66:18; Pv 28:13; Is 59:1-2; Tg 1:6-7; Mt 6:14-15; Mt 6:5; Mt 6:7-8). Por outro lado, se nossas orações são respondidas, isto não se deve à nossa santidade, mas à graça de Deus mediante Jesus Cristo, que nos habilita a viver de forma agradável a ele (1Jo 3:21-22), e ao fato de que as orações, por esta mesma graça, foram feitas de acordo com a vontade de Deus (1Jo 5:14).
7 – Deus requer fé da parte dos que oram (Hb 3:12; 11:6; Jer 29:12-14; Tg 1:5-8; 5:15). Esta fé é uma simples confiança de que Deus existe, que ele nos aceitou plenamente em Cristo e que é poderoso para nos dar aquilo que pedimos, ou então, nos dar muito mais do que imaginamos (Hb 4:14-16). Orar com fé é trazer diante de Deus nossas necessidades e descansar nele, confiantes que ele responderá de acordo com o que for melhor para nós (1Jo 5:14-15). Orar com fé não significa determinar a Deus que cumpra nossos pedidos, ou decretar, como se a oração tivesse um poder próprio, que estes pedidos aconteçam. Orações não geram realidades espirituais e nem engravidam a história. É Deus quem ouve as orações e é Ele quem decide se vai respondê-las ou não, e isto de acordo com sua vontade e propósito de sempre nos fazer bem.
Se houvesse mais oração verdadeira a Deus por parte dos que professam conhecê-lo mediante Jesus Cristo, quem sabe veríamos aquele avivamento e reforma espirituais que tanto desejamos para nossa pátria?
“Se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e me buscar, e se converter dos seus maus caminhos, então, eu ouvirei dos céus, perdoarei os seus pecados e sararei a sua terra” (2Cron 7:14).

Fonte: O Tempora, O Mores

Campanha de Oração em favor do Brasil

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.
Resultado de imagem para gente orando pelo Brasil
..."SE O MEU POVO QUE SE CHAMA PELO MEU NOME, SE HUMILHAR, E ORAR, E ME BUSCAR, E SE CONVERTER DOS SEUS MAUS CAMINHOS, ENTÃO, EU OUVIREI DO CÉUS, PERDOAREI OS SEUS PECADOS E SARAREI A SUA TERRA" (II Crônicas 7.14)
O vírus da corrupção da está no homem, ele foi foi contaminado pela queda dos nossos primeiros pais. Quando homem deixa de olhar para Deus, e pensa que não precisa de Deus ele é capaz de fazer quaisquer loucura.
Na atualidade temos sido bombardeados todos os dias com notícias que falam da corrupção de vários membros da classe política, empresarial, etc. Diante de tal situação ficamos nos perguntando como será o futuro da nossa grande e amada nação? "Como filhos de Deus, nosso compromisso é com a verdade e nosso desejo é que ela venha a tona. Nosso desejo é que aqueles que defraudaram nosso país sejam julgados e condenados, independente de sua orientação partidária(Vinacc)" sua condição econômica, social ou religiosa.
Peço a você para clamarmos a Deus para mudar o nosso país e nos abençoar. Para Deus mudar as nossas igrejas  e a avivar o seu povo para fazermos diferença em nossa nação, para a Glória de dEle. Se você crer que Deus pode mudar o nosso país então todos os dias, meio dia (12:00) ore pelo Brasil durante o restante deste ano(2017).
O Agreste Presbiteriano

MILHARES DE CRISTÃOS VIVEM EM CONDIÇÕES PRECÁRIAS

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.
Boa parte dos cristãos perseguidos está vivendo em campos de refugiados, sem conforto, sem alimento e sem privacidade
Nos últimos meses, a República Centro-Africana tem vivido um nível de violência alarmante, de acordo com o Médicos sem Fronteiras. A ONU informou que está em missão na ex-colônia francesa e que tem procurado dispersar os combatentes. Apesar das eleições de março, que deveriam restaurar a estabilidade, a situação permanece complicada em muitas regiões do país, como no norte e nordeste, onde ex-rebeldes do Seleka estão dominando. Só no mês de outubro de 2016, 23 cristãos foram mortos violentamente. Esse número só não foi maior por que houve a colaboração das forças da ONU.
Nesse mesmo período, houve diversos ataques e cerca de 14 mil cristãos tiveram que buscar refúgio em campos de deslocados internos, onde já havia 4 mil pessoas sendo atendidas. Elas vivem sob extrema pressão e medo de serem atacadas novamente, de acordo com os relatórios. “O acesso aos 18 mil cristãos que vivem agora em Kaga Bandoro é fácil, por isso eles estão vulneráveis. Há um grupo de 10 pastores auxiliando e outros 60 que exercem atividades cristãs. Todos vivem em tendas quentes, feitas de sacos costurados que os protegem do sol e da chuva.
 “Dezenas de milhares de cristãos vivem com o mínimo de comida nesse pequeno pedaço de terra queimada, não há conforto, nem privacidade. Muitas vezes, as crianças vão dormir com fome. É difícil manter a dignidade nessas circunstâncias”, disse Nathan*, um dos colaboradores da Portas Abertas. Ele explica que essas pessoas costumavam ter um espaço ao redor de suas casas, onde cultivavam alimentos e mantinham seus animais. Pais e mães ensinavam várias habilidades aos filhos. “Agora eles mal podem protegê-los e as crianças veem coisas que os pais não querem que eles vejam. É difícil manter os valores com a família confinada à 6 metros quadrados”, conclui.
*Nome alterado por motivos de segurança.
Fonte: Portas Abertas
Imagem: reprodução/ilustrativa

SITE CRISTÃO NO BRASIL É DERRUBADO POR HACKERS ISLÂMICOS: “SUAS MULHERES SERÃO NOSSAS”

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.
Na última quarta-feira (26), hackers invadiram o site cristão do ministério Libertar.
A mensagem postada deixa clara quem são os responsáveis e qual suas intenções. Uma bandeira negra do califado foi sobreposta a uma bandeira do Brasil e o grito de guerra jihadistas “Allahu Akbar” [Alá é grande] repetido várias vezes.
A invasão é assinada pelo grupo “Team Jihad Brasil”. Do lado esquerdo, em inglês, a mensagem: “judeus e cristão são porcos sujos”. À direita, uma ameaça: “Nós viemos para sua terra. Em breve suas mulheres serão nossas”.
O portal Gospel Prime entrou em contato com o dono do site, Marcos Paulo Góes. Ele explica que seu site já tínhamos sofrido com ataques de hackers ligados a movimentos esquerdistas. Contudo, agora que eles começou a postar com maior frequência notícias sobre o projeto de dominação islâmica pelo mundo, surge essa invasão.

Góes acredita que este acontecimento “serve para deixar claro a que estágio chegou a ação dos extremistas islâmicos no Brasil”. Ele já conseguiu recuperar o controle da página e afirma que notificou a Polícia Federal.
Ele também disse que não vai se deixar intimidar, e que pretende continuar denunciando as ações dos islâmicos no mundo todo, em especial a perseguição aos cristãos. Para Marcos, essa ação “faz parte de uma agenda globalista esquerdista, que é destruir toda resistência da cultura judaico-cristã conservadora pelo mundo, e o Brasil é um alvo declarado!”.
Cyberjihad
Nos últimos anos, com a ascensão do Estado Islâmico (EI), foi decretada o início de um movimento que os próprios definem como “cyberjihad”. Isso nada mais é do que o conceito islâmico de guerra santa aplicado ao contexto da internet.
A web vem sendo o principal meio de recrutamento de novos jihadistas. Além disso, hackers simpatizantes ou que se dizem membros do EI travam batalhas virtuais contra instituições do Ocidente.
Em 2014, um francês de 27 anos, convertido ao islamismo, chamado Romain Letellier foi condenado por usar a Internet para disseminar propaganda terrorista e por promover a participação em atos terroristas. Um tribunal em Paris o sentenciou a um ano de prisão e outros dois em observação. Foi o primeiro caso em que se fez uso de uma lei aprovada em dezembro de 2012 que torna a “cyber jihad” um crime na França.
Em 2015, um grupo denominado CyberCaliphate (CyberCalifado) invadiu o perfil do Comando Central dos Estados Unidos (Centcom) no Twitter. Também hackeou a conta de Twitter da revista semanal americana Newsweek, quem tem mais de 2,5 milhões de seguidores. Foram postadas ameaças ao então presidente dos EUA Barack Obama e a sua família.
O ataque ao site do ministério Libertar é o primeiro caso conhecido de cyber jihad no Brasil, que não possui leis específicas sobre o assunto.


Com informações do Gospel Prime

quinta-feira, 18 de maio de 2017

Pastor tenta andar sobre a água e é devorado por crocodilos

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.
O pastor se preparou para o milagre ficando uma semana em jejum mas acabou sendo devorado
Um pastor evangélico tentou imitar Jesus andando sobre a água de um rio e acabou sendo devorado por três crocodilos. O incidente ocorreu em Zimbábue, na África, no mês de março, mas foi divulgado recentemente pelos jornais locais e tem chamado a atenção nas redes sociais.
O pastor Jonatham Mthethwa se preparou para o feito passando uma semana em jejum. Mas oo rio Mpmumalanga é infestado de crocodilos e ele foi devorado em minutos. Segundo fiéis, só sobraram as sandálias e alguns pedaços de roupa.
O portal Zibabwe Today noticiou o ocorrido e alguns leitores ainda questionam a veracidade da notícia.
A mandíbula de um crocodilo pode chegar a ter 80 dentes e a força de sua mordida pode chegar a 1,5 toneladas.
Fiéis que assistiam ao culto, ficaram perplexos com a tragédia. “Ele prometeu que nos demonstraria a sua fé hoje, mas acabou se afogando e sendo comido por três crocodilos na nossa frente”, contou um homem que assistia a cerimônia, ao portal de notícias local.
Porém ele não é o único nesta tentativa, em janeiro de 2014, um pastor evangélico morreu afogado em uma praia de Libreville, no Gabão, após garantir aos seus fiéis que, assim como Jesus, era capaz de andar sobre as águas. De acordo com ele, bastaria ter fé para andar sobre as águas, em referência ao trecho do livro bíblico de Mateus, capítulo 14, versículos de 22 a 33, onde está o relato do feito de Jesus.
De acordo com o jornal Daily Glasgow Record, o pastor Franck Kabele e seus seguidores se afastaram da praia em um barco e navegaram por 20 minutos. Ao entrar no mar, o pastor afundou e nunca mais voltou.
O pastor tinha 35 anos e garantiu por diversas vezes que seria capaz de repetir o milagre bíblico.


Redação Consciência Cristã
Imagem: reprodução web

“Todos os crimes sexuais estão ligados à semente da pornografia”, afirma pastor no Consciência Cristã

Como vencer o vício em pornografia.

Pornografia: a origem de crimes, pecados e vícios sexuais. O pastor Cláudio Rufino falou a respeito disso no Consciência Cristã. Confira mais em blesss.org
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.
O Pastor Cláudio Rufino falou a respeito dos parâmetros para uma sexualidade saudável no Consciência Cristã 2017, focando principalmente no problema da pornografia. O encontro aconteceu em Campina Grande – PB durante o feriado do carnaval desse ano, e contou com mais de 20 mil pessoas por dia.

Por que é importante falar sobre pornografia?

O pastor Cláudio Rufino expõe estatísticas e pesquisas que demonstram que o Brasil está em primeiro lugar no consumo de pornografia infantil no mundo. Segundo o palestrante, o Brasil enfrenta problemas devido a força da indústria pornográfica, a cultura pornográfica e erótica, tal como o vício pornográfico, um problema de saúde pública muito comum em nosso país.

Pornografia: a origem dos crimes e pecados sexuais

Todos os crimes sexuais estão ligados à semente da pornografia, assim como os pecados sexuais. Entretanto, a mídia raramente trata dos problemas da pornografia, e os transtornos que ela pode causar na sociedade.
O pastor afirma que a falta de conscientização na igreja e a constante negligência em relação ao assunto é uma das causas de tantos escândalos e pecados sexuais dentro e fora da igreja. Por isso a sexualidade é cada vez mais um tabu entre cristãos, e doutrinas totalmente contra a bíblia se tornam comuns entre membros das igrejas. Para ele, o crescente número de casos de deturpação da sexualidade são sinais de apostasia.

Assista a mensagem completa no Blesss

Nessa palestra, Cláudio Rufino falou ainda sobre a doutrinação que acontece nas escolas públicas e particulares do Brasil em uma suposta “educação” sexual que incentiva a iniciação precoce à sexualidade. O pastor trouxe exemplos de materiais didáticos reais de cunho sexual distribuídos nas escolas do país.
Com o objetivo de edificar a igreja de Cristo, a Vinacc desenvolveu a plataforma Blesss. Nesse projeto você pode encontrar essa e outras mensagens completas, em vídeos exclusivos de diversos preletores. São pacotes temáticos para um aprendizado centrado na palavra de Deus. Clique aqui e confira.

Cláudio Rufino

Cláudio Rufino, que é graduado em Letras e Teologia, atua há mais de 25 anos nos Ministérios de Evangelismo e Ensino, tendo realizado centenas de Conferências e Seminários pelo Brasil e Exterior, especialmente na Europa, sempre mostrando os malefícios da pornografia para a família, a relação entre pornografia e violência urbana e as ações preventivas contra pecados e crimes sexuais.

Via CCN

Aconselhamento Noutético

image from google


Noutético vem da palavra de origem grega “nouthesia”, que literalmente significa “o ato de pôr em mente” (formado de nous, “mente”, e tithemi, “pôr”). O termo nouthesia é “o treinamento pela palavra”, quer por incentivo, ou, se necessário, por reprovação ou reclamação. Em contraste com isso, o sinônimo “Paideia” enfatiza treinar por ação, embora as palavras sejam usadas em cada aspecto.

O aconselhamento Noutético é um tipo de admoestação cujo objetivo é proporcionar orientação para uma vida correta diante de Deus. O que subentende também correção e a denúncia a qualquer padrão que seja incoerente com o viver cristão. A atividade noutética conforme ensina o Novo Testamento, indica que todos os cristãos, e não somente os pastores, devem ocupar-se no ensino e confrontar-se mutuamente (Rm 15.14). Porém, a atividade noutética caracteriza-se principalmente como parte integrante do ministério pastoral. Ao se despedir dos presbíteros de Éfeso, Paulo descreve, em (Atos 20.31), a atividade que desenvolvera enquanto estivera com eles, e os exortou a continuarem a mesma obra entre o povo.

Paulo foi um missionário, e onde quer que demorasse um pouco mais, atirava-se à sólida obra pastoral necessária para a edificação das pessoas na fé, sendo a atividade noutética parte proeminente dessa obra, razão porque suas cartas estão cheias de nomes de pessoas específicas, com as quais se envolvera muito intimamente. Ele não se limitava a pregar nas praças, mas lidava com as pessoas como indivíduos, grupos e famílias, confrontando-as nouteticamente. Existem três elementos da confrontação noutética que precisamos considerar aqui. Quais sejam:

1 – A atividade noutética e a sua conjunção com “didaskõ”.

Didaskõ é uma palavra grega e significa “Dar instrução” “ Ensino” (Cl 3.16). Em outros textos, contudo, o termo vai além do conceito de “ensino”. A confrontação noutética sempre envolve um problema e pressupõe um obstáculo que tem que ser vencido. A palavra didaskõ não envolve, necessariamente, um problema. Sugere, simplesmente, a comunicação de informação. Não inclui coisa alguma que diga respeito ao ouvinte, mas se refere exclusivamente à atividade do instrutor. A pessoa que está sendo ensinada pode estar ansiosa ou não por receber a instrução. Pode ter gastado razoável quantia ou ter percorrido longas distâncias para recebê-las ou então pode reagir como o típico aluno recalcitrante.

noutese localiza aquele que faz a confrontação e aquele que a sofre, pressupondo, especificamente, a necessidade que se verifique mudança na pessoa confrontada, a qual pode opor ou não alguma resistência. A idéia de alguma coisa errada, algum pecado, alguma obstrução, algum problema, alguma necessidade que precise ser reconhecida e tratada, é uma idéia fundamental. O propósito básico da noutese é o de efetuar mudança de conduta e de personalidade.

2 - A atividade noutética e a sua conjunção com a “palavra”.

O segundo elemento inerente ao conceito de confrontação noutética é que os problemas são resolvidos por meios verbais. É o treinamento mediante a palavra de encorajamento, quando isso basta, ou de admoestação, de reprovação, de censura, quando estas se fazem necessárias. Assim, ao conceito de noutese deve-se acrescentar a dimensão adicional de confrontação verbal pessoa a pessoa, cujo objetivo é realizar mudança de comportamento e de caráter no consulente. No seu uso cristão, visa pôr em ordem o indivíduo, mediante a mudança de seus esquemas de conduta, de modo que estes se enquadrem nos padrões bíblicos. A mudança de personalidade, segundo as Escrituras, envolve confissão, arrependimento e o desenvolvimento de novos padrões de conduta. Tudo entendido como obra do Espírito Santo, pois tudo o que constitui esse ministério é por Ele tornado eficaz. Os métodos comuns de aconselhamento recomendam longas “excursões” retrospectivas rumo às confusões dos porquês e para-quês da conduta. O aconselhamento noutético aplica-se intensamente à discussão do o quê. O que foi feito? O que precisa ser feito para corrigi-lo? O que deverá constituir as futuras reações e respostas? A ênfase é no o quê, visto que já se sabe o “porquê’, antes de iniciar-se o aconselhamento. A razão pela qual as pessoas se envolvem em problemas em suas relações com Deus e com o próximo está em sua natureza pecaminosa.

3 - A atividade noutética e a sua conjunção com o “benefício ou ajuda”.

O motivo subjacente à atividade noutética é que sempre se tem em mente que a correção verbal visa beneficiar o interessado. Esse terceiro elemento implica em mudar aquilo que, na vida do consulente, o está ferindo. A meta deve ser a de enfrentar diretamente os obstáculos e vencê-los verbalmente, não com o fim de puni-lo, mas sim o de ajudá-lo. A idéia de castigo, mesmo o de cunho disciplinar, não é contemplada no conceito de confrontação noutética. A noutese é motivada pelo amor e profundo interesse, sendo que os consulentes são aconselhados e corrigidos por meios verbais para seu bem. O objetivo final é que Deus seja glorificado.

***
Sobre o autor: Jay Edward Adams exerce um ministério de mais de 40 anos na área de aconselhamento bíblico. Obteve seu Ph.D pela Universidade de Missouri e serviu como professor no Seminário Teológico de Westminster por vários anos. Dr. Adams fundou os ministérios Christian Counseling and Educational Foundation (CCEF) eNational Association of Nouthetic Counselors (NANC).
Fonte: Exposição Teológica

segunda-feira, 15 de maio de 2017

“ELES” NÃO SÃO “NÓS”

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.
“Eu tenho uma vida com Deus e Ele nunca me impôs algum tipo de rótulo ou de padrão” – Priscilla Alcantara no programa do Bial
Não quero nem começar a descrever todo o conteúdo desnecessário que veio a calhar durante a entrevista vexatória realizada por Pedro Bial à Priscilla Alcantara, Ton Carfi e Jacinto Manto (quem diabos tem a coragem de assumir um pseudônimo desse?)
Por mais que seja sofrido para os cristãos genuinamente piedosos, que procuram desenvolver uma caminhada de fé autêntica, perceber que estas três figuras pitorescas são destacadas em rede nacional como representantes inequívocos de um cristianismo protestante descendente da reforma (como foi apontado durante o programa), a verdade é que duas coisas acontecem aqui:
1. Eles não são filhos da reforma. 
O discurso dos mesmos jamais poderia se harmonizar com o que encontramos nos tratados teológicos resultantes da reforma protestante. Westminster e as demais confissões de fé, bem como os Escritos de Calvino, Lutero e demais contribuintes do período histórico, em nada possuem similaridades com o discurso de tais ventríloquos.
2. Portanto, “eles” não são “nós”.
Pode parecer uma conclusão separatista, mas afirmo, na verdade, o que os três deixaram bem claro quando, repetidas vezes ao longo da entrevista, fizeram pouco caso da herança tradicional do protestantismo, chegando ao ponto de concordarem fazer parte de um movimento à parte (para não dizer contra) a igreja tradicional reformada (os tais “religiosos” que eles chamaram pejorativamente).
Logo, queridos leitores, descendentes e concordantes com o que há de mais ortodoxo e histórico no Evangelho, fiquem em paz. Por algum motivo, que jamais compreenderemos (ironia on), Pedro Bial e sua turma quiseram falar de uma herança que é nossa, convidando para elucidar o caso pessoas que não são nossas.
Para rebater apenas uma das inúmeras afirmações que despontou por entre as chocarrices desnecessárias com o movimento neo-pentecostal (aliás, nenhuma daquelas piadas foi engraçada), vamos focar em uma frase de Priscilla:
“Eu tenho uma vida com Deus e ele nunca me impôs algum tipo de rótulo ou de padrão”
No afã de não se parecer conosco, os quadrados tradicionais religiosos crus, Priscilla vem com esta afirmativa bizarra. Ela realmente não queria ser confundida com esse povo estranho e antiquado. Me lembra muito Pedro, fazendo de tudo para não ser relacionado com o homem de dores que sabe o que é padecer.
Priscilla, quando você se cansar de sua “não-religião”, desprovida de rótulos (o que é impossível, uma vez que “não ter rótulos” é um rótulo) que eu preferiria chamar de anarquismo, busque conhecer o precioso Evangelho de Cristo. Ele está recheado com os mais preciosos rótulos que um ser humano poderia sustentar em seu peito! Somos, por causa deste Evangelho, “filhos do Reino do seu amor”, eis um rótulo que deve ser defendido com unhas e dentes. Esse rótulo é o contrário de “filhos da ira”. As implicações de se sustentar este título são inúmeras.
Curiosamente, você e os demais participantes deste programa, foram convidados para dar entrevista, por que o Pedro Bial e sua equipe pensaram que vocês tinham o rótulo “Reformados”. Fico feliz que você tenha deixado claro não ser uma de nós, por outro lado, quando esta vida sem significado e sem direcionamento claro, lhe cansar, procure saber sobre o valioso rótulo de “protestante”. Você irá se surpreender!
Por último, vamos falar sobre a religião sem padrões estabelecidos que o seu deus lhe propôs. Não quero te assustar, garota, mas me lembrou muito a proposta da serpente no jardim quando quis destruir com o padrão de relação construído por Deus e anunciado ao primeiro casal. A mulher ficou confusa com a pergunta sagaz do astuto animal. Como assim? Quer dizer que posso desobedecer este limite? Quer dizer que posso viver em um padrão mais largo de existência? Saberei mais? Experimentarei mais? Serei como Deus? Sem limites e sem dever à ninguém? Infelizmente, a proposta de uma vida sem padrões pareceu convidativa à Eva, e o final desta, que é a nossa história, você deve conhecer muito bem, embora você não seja uma de nós, como deixou claro em seu discurso.
Ao contrário desta proposta, o Deus dos Cristãos sempre foi um Deus de elevados padrões. Seu padrão foi posto diante de nós de maneira tão mais elevada do que a nossa própria capacidade em corresponder à ele, que foi preciso o próprio Deus vir e assumir nosso lugar diante do Pai, cumprindo, finalmente, todas as exigências do divino. O mais curioso é que, estando entre nós ele disse algo que, certamente, seu movimento “anti-padrões” não deve se sentir confortável em saber: “Eu não vim revogar a lei”.
Para nós, Cristãos, ainda existe um alto padrão de comportamento a ser seguido. A diferença é que agora, pela graça de Deus, obra de Cristo e força do Espírito Santo, é possível andar em maior acordo com seu próprio padrão e exigência. Ser manso, moderado, humilde, sensível à causa da justiça, apto ao sofrimento, sal da terra, luz do mundo, amar os inimigos, perdoar, ler a bíblia com afinco, orar incessantemente… tudo isso reflete um pouco sobre o padrão que devemos assumir diante de Deus e da sociedade. Mas isso, Priscilla, é para nós, os quadrados tradicionais. Fique tranquila.
Fica aqui meu contraponto sobre este acontecimento. Mais uma “oportunidade” de se ter um “cristão” em rede nacional para defender o “evangelho” desperdiçada.

Por M. T. Belohuby
Igreja Presbiteriana do Brasil em João Pessoa
Músico cristão e seminarista no Betel BrasileiroPúlpito Cristão
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...