segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Pastores oram a Alá e reconhecem Maomé como profeta em culto da Presbyterian Church USA

“Mas o Espírito expressamente diz que em tempos posteriores alguns apostatarão da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demônios, pela hipocrisia de homens que falam mentiras e têm a sua própria consciência cauterizada” . 1 Timóteo 4:1-2
“Alá nos abençoe e abençoe nossas famílias e nos conduza pelo caminho reto – o caminho de todos os profetas:… Abraham, Ismael, Isaac, Moisés, Jesus e Maomé”.
Estas foram as palavras que soaram na congregação em Assembleia Geral da Igreja Presbyterian Church dos EUA (PCUSA), no mês de junho, em Portland, Óregon. Wajidi Said, co-fundador de “Muslim Education Trust”, guiou os fiéis em oração à deidade islâmica, um evento organizado pelo ministério ecumênico e inter-religioso na congregação.
A PCUSA não tem nenhum vínculo com a IPB, Igreja Presbiteriana do Brasil. A denominação Brasileira é reformada e ortodoxa, enquanto a americana é liberal e tem apoiado abertamente a agenda gay.
A oração era parte da “primeira atividade do dia” durante a sessão de abertura da reunião, um tempo dedicado a orar pelos afetados no tiroteio de Orlando.
“Em nome de Alá, o compassivo, o misericordioso, louvemos ao Senhor… A paz seja com eles e a paz seja com Alá”, disse orando. Também oraram pela paz entre os “fanáticos” e “islamofóbicos”.
Mais tarde, ao terminar a sessão, o Reverendo Gradye Parsons pediu desculpas a qualquer pessoa que pudesse sentir-se ofendida com a oração. Afirmou a congregação que poderia haver erros durante a oração, mas não era intencional.
“Nunca foi intenção ofender ninguém, e pedimos desculpas aos que se ofenderam”, disse Rev. Parsons.
Porém, a igreja ainda afirma que defenderá as “relações positivas com as pessoas de outras tradições religiosas” e se comprometeu a lutar contra “o aumento de islamofobia”.
Com informações Jihad Watch e Luimegar Noticias
Tradução: Jonara Gonçalves 
Imagem: Reprodução web

Fonte:http://conscienciacristanews.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...