sexta-feira, 20 de março de 2015

A Igreja Presbiteriana do Brasil também aceita casamentos homossexuais e homossexuais como seus pastores?

Da mesma forma que houve grande confusão em Junho de 2014 nos Estados Unidos, houve agora também no Brasil.

Há pouco conversei com uma senhora de nossa Igreja – Igreja Presbiteriana do Brasil – aqui em Campinas, que me abordou e disse: “Pastor, tenho uma notícia triste. Acabei de ver no ‘hora 1’ [jornal das 5:00h da rede globo] que a Igreja Presbiteriana dos Estados Unidos está aceitando casais homossexuais.” Ela estava preocupada com duas coisas:

1. Que isso chegue aqui e a mesma atitude seja tomada pela Igreja Presbiteriana do Brasil (IPB)

2. Que pessoas desatentas e desavisadas pensassem que a IPB tem o mesmo posicionamento.

Rapidamente expliquei a ela que já faz décadas que a IPB rompeu relações com a Igreja Presbiteriana dos Estados Unidos, conhecida como PCUSA.

Outra confusão é pensar que há apenas uma Igreja Presbiteriana nos Estados Unidos. Isto não é verdade. Deve-se notar que o termo presbiteriano diz respeito, primeiramente, à sua forma de governo, uma igreja governada por presbíteros. Por isso, igrejas que adotam essa forma de governo, geralmente tomam este nome. É o que acontece no Brasil com Igreja Presbiteriana Renovada e Independente por exemplo.

Voltando aos Estados Unidos, em 1973 a Igreja Presbiteriana na América (PCA) separou-se da Igreja Presbiteriana dos Estados Unidos (PCUSA) por não concordar com sua teologia liberal a qual negava a divindade de Jesus Cristo, bem como a inerrância e autoridade da Escritura Sagrada.
Para evidenciar a diferença entre essas duas denominações nos USA listamos aqui alguns pontos cruciais e divergentes entre elas:



ORDENAÇÃO

PCUSA: Permite que sejam ordenados homens e mulheres, incluindo homossexuais não celibatários, ou seja, que tenham seus parceiros.
PCA: Só ordena homens em obediência ao padrão do Novo Testamento para aqueles que governam a igreja e ensinam sua doutrina.

INERRÂNCIA DA ESCRITURA

PCUSA: Não ensina que a Escritura é inerrante.
PCA: Ensina que a Escritura é inerrante.

ALGUNS ASSUNTOS SOCIAIS

Aborto

PCUSA: Ensina que o aborto pode ser moralmente aceitável embora devesse ser a última opção. Quando não houvesse mais recursos.
PCA: Ensina que todas as formas de aborto são erradas. Por exemplo: "O aborto acabaria com a vida de um indivíduo , um portador da imagem de Deus , que está sendo divinamente formado e preparado para um papel dado por Deus no mundo."

DIVÓRCIO

PCUSA: Em 1952 em sua Assembleia Geral a PCUSA fez uma emend numa das sessões da Confissão de Westminster eliminando a expressão “partes inocentes” ampliando o terreno para incluir o termo divórcio “sem culpa”.
PCA: Ensina que o divórcio é um pecado, exceto em caso de adultério ou deserção. O que está previsto na Confissão de Fé de Westminster.


HOMOSSEXUALIDADE

PCUSA: Na reunião de sua Assembleia Geral de 2010 resolveu que não há consenso entre os líderes da igreja sobre as interpretações da Escritura relacionados a prática homossexual. Atualmente, homossexuais, celibatários ou não podem ser ministros nas igrejas bem como fazer cerimônias de casamento entre pessoas do mesmo sexo. A Assembleia Geral também alterou um de seus manuais religiosos redefinindo o casamento como sendo “entre duas pessoas”, não mais entre um homem e uma mulher, permitindo assim que os ministros façam os casamentos legais entre pessoas do mesmo sexo.
PCA: Ensina que a prática homossexual é pecado.

CONCLUSÃO

1. Cuidado para não colocar todos os que se chamam “PRESBITERIANOS” num “balaio” só. Procure conhecer as denominações, principalmente seus posicionamentos teológicos frente às principais doutrinas da fé cristã, bem como diante dos assuntos sociais.

2. A IPB mantém relação fraterna com a PCA, tendo compatibilidade com sua teologia e posicionamentos diante dos temas citados. Portanto crê que a prática homossexual é um pecado e que, por isso, não aceita que seus ministros mantenham essa prática, bem como não realiza casamento entre pessoas do mesmo sexo. Cremos que o casamento, segundo a Escritura, deve ser entre um homem e uma mulher.

3. Não foi nosso objetivo tratar da questão da homossexualidade neste artigo, mas tão somente esclarecer a posição e a relação da Igreja Presbiteriana do Brasil frente à notícia veiculada pelos jornais recentemente.

4. Esperamos que Deus nos ajude a manter-nos fieis a Escritura Sagrada mesmo em momentos de grande secularismo e pluralismo.

Deus os abençoe!

Pr. Ricardo Rennó


19-03-15

Abaixo há alguns links pesquisados e disponíveis para aprofundarem no assunto.



http://www.thegospelcoalition.org/article/how-to-tell-the-difference-between-the-pca-and-pcusa
http://tempora-mores.blogspot.com.br/2015/03/a-apostasia-crescente-da-pcusa.html
http://g1.globo.com/mundo/noticia/2015/03/igreja-presbiteriana-dos-eua-aprova-casais-do-mesmo-sexo.html
https://www.pcusa.org/
http://www.pcanet.org/
http://www.executivaipb.com.br/Atas_CE_SC/SC/SC%202010/doc31_320.pdf

20 comentários:

  1. Muito bom artigo. Parabéns. Continue(m) a boa obra !

    ResponderExcluir
  2. Esta Igreja Presbiteriana americana não tem laços com a Igreja Presbiteriana do Brasil (IPB).

    ResponderExcluir
  3. Ou seja PCUSA tá bem a frente né?! Sem duvida prefiro ela

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A notícia evidencia que o citado Bispo Dom Fernando Pugliese, tem a aprovação da Igreja, e dos demais bispos conciliares, situação totalmente desconhecida pelo Conselho Episcopal e obviamente por todo o Concílio dos Bispos. Tal atitude é um ato espontâneo, irreverente e rebelde do bispo, que segundo suas opiniões pessoais faz uso irresponsável do dom que lhe foi concedido, de forma abrupta o distribui, sendo de forma autoritária e rebelde. Dom Fernando Pugliese não tem nenhuma aprovação de nenhuma instancia da Igreja Católica Brasileira, nem mesmo tem amparo legal e de documentos que o outorgue direitos para levar a cabo esta cerimônia. A Igreja Católica Apostólica Brasileira, representada por todos seus bispos, padres e fieis lamentam o fato e a atitude do irmão, os mesmos repudiam essa decisão do Bispo e desaprovam tal atitude que fará com que Dom Fernando Pugliese seja sancionado pelo Tribunal Eclesiástico da Igreja por tão grande incompatibilidade com a comunhão e o colegiado dos Bispos.

      Excluir
  4. Deus tenha piedade de você "Anômino". Está a frente do quê? da Perdição, do Pecado, do Inferno. A Palavra de Deus é absoluta. Deus é o criador, nós somos a criatura. Obdecer a DEUS e a Sua Palavra é o melhor e o único caminho em direção a Salvação e ao Céu.
    A Igreja Presbiteriana do Brasil, é Igreja séria e comproetida com a Palvra de Deus, a Palvra da Verdade. A Bíblia Sagrada condena as práticas homossexuais.

    ResponderExcluir
  5. Sr. Anônimo, lá tá mais a frente porque ta no "SÉCULO XXI" né? Lá não é preciso abrir mão da sua vontade para viver a vontade de Deus.
    - Quem quiser vir após mim, negue a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me. Mateus 16.24

    Para que haja vida, é necessário que haja morte (espiritual)

    Um dia houve morte de um Homem, para que houvesse vida para uma humanidade...

    ResponderExcluir
  6. Interessante que o Dinheiro da PCSU a IPIB aceita aos monte....

    ResponderExcluir
  7. Toda vez que os que se dizem "Cristãos" abandonam a Bíblia como regra de fé e prática, o pecado impera e estes Cristãos nominais se tornam mais cegos do que aqueles que nunca ouviram falar de Jesus. Muitas pessoas, ainda que se digam “cristãs” se firmam na fé de alguém que reputam ser espiritual, na placa de suas igrejas, no banco em que sentam na igreja, mas, tristemente, não se firmam em Jesus, e aí está a grande tragédia da vida. Não se firmar em Jesus significa estar longe da graça e do amor redentor que Deus manifestou através do sacrifício de Jesus na cruz. Se não nos firmamos em Jesus pereceremos como o náufrago que rejeita ser socorrido. Não nos firmemos em doutrinas humanas, em opiniões daqueles que nada podem fazer para si mesmos, mas nos firmemos em tudo o que as Sagradas Escrituras dizem e em Jesus, a nossa Rocha Eterna. NUNCA NOS ESQUEÇAMOS, COMO DISSE OECOLAMPADIUS (1482-1531): "Ora, em assunto de fé, a Bíblia é a nossa constituição.”

    ResponderExcluir
  8. Quando o homossexualismo se tornou obrigatório aqui no Brasil mim avisa que vou sai fora.
    Arnaldo Jabor

    ResponderExcluir
  9. Queimarão no fogo do inferno o junto. Com os dirigentes dessa igreja ...

    ResponderExcluir
  10. A palavra de Deus é clara:

    Quando também um homem se deitar com outro homem, como com mulher, ambos fizeram abominação; certamente morrerão; o seu sangue será sobre eles.

    Levítico 20:13

    Mas ainda da tempo de se arrepender, aceitar Jesus e em nome dele pedir perdão a Deus :

    Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo.

    2 Coríntios 5:17

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Levitico 19 você e judeu?segue a lei? Ou a graça e o favor de Deus?

      Excluir
    2. Levitico 20,Você é judeu segue a lei ou a graça e o favor de Deus?

      Excluir
  11. Recentemente um dito pastor presbiteriano dos EUA disse em uma entrevista a um site ateu que não crê na existência de Deus, que Jesus provavelmente não passa de um mito e que a Bíblia é um produto humano... Deprimente a situação da igreja presbiteriana nos EUA.

    ResponderExcluir
  12. Enquanto isso, fica um bando de gay fazendo cena de hetero nas igrejas presbiterianas. E geral, elogiando o teatro. Que irmão abençoado na obra fo Senhor, hein!!

    ResponderExcluir
  13. Acredito que Para ser Cristão só aqueles que realmente conseguem ter o coração puro, amor incondicional pelo seu semelhante, os que só sabem julgar na verdade tem outra denominação! Menos Cristã! Parabéns para as igrejas que aceitam a todos sem julgar, isso quem tem que fazer é Deus e não homens tão falhos quanto aqueles que julgam pecadores!

    ResponderExcluir
  14. Há um rapaz que se diz que frequenta a igreja presbiteriana e ele paga o dízimo, mas ele tem um namorado. O dízimo dele tem validade?

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...